Petrobras lança Relatório de Sustentabilidade 2011

Está disponível no sitewww.petrobras.com.br/rs2011 o Relatório de Sustentabilidade 2011, que reúne informações sobre o desempenho da Petrobras no ano passado, considerando os aspectos operacionais, econômicos, sociais e ambientais. A publicação segue a versão mais atual das diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), principal iniciativa mundial na definição de parâmetros para relatórios desta natureza. O documento também apresenta o progresso em relação aos dez princípios do Pacto Global da ONU, do qual a Petrobras é signatária desde 2003.

Entre os marcos de 2011 está o início da operação do primeiro poço a produzir comercialmente no pré-sal da Bacia de Santos, no campo de Lula. Na seção de Meio Ambiente, o relatório destaca que, em 2011, os investimentos e gastos operacionais em proteção ambiental foram de R$ 2,7 bilhões, incluindo projetos de gestão ambiental na operação e patrocínio a projetos externos. O valor representa um acréscimo de 12% em relação ao ano anterior.

Também é apresentado o desempenho da Companhia em relação à eficiência energética, gerenciamento de emissões, biodiversidade, entre outros temas. Quanto à gestão dos recursos hídricos, por exemplo, a Petrobras obteve economia de 21,5 bilhões de litros de água com a realização de ações de reúso, o que representa aumento de cerca de 20% em relação a 2010. O volume de água reutilizado em 2011 seria suficiente para abastecer uma cidade de 500 mil habitantes durante um ano.

Outro destaque da publicação é o investimento em pesquisa e desenvolvimento, que totalizou ano passado R$ 2,4 bilhões, um aumento de 41% em relação a 2010. Destaca-se o fortalecimento da parceria com fornecedores e com a comunidade acadêmica brasileira, principalmente em projetos voltados às atividades no pré-sal. Com estímulo da Petrobras, 15 grandes fornecedores da indústria de óleo e gás construíram ou iniciaram a construção de centros de pesquisa no Brasil.

O relatório também apresenta os resultados financeiros da Petrobras e suas principais contribuições para a sociedade. Em 2011, a Companhia investiu R$ 640,9 milhões em cerca de 1.900 projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos. O Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp) ultrapassou a marca de 80 mil pessoas qualificadas em 185 categorias profissionais, com investimentos de R$ 228 milhões da Petrobras. Além disso, a Companhia lançou, no ano passado, o Programa Progredir para viabilizar, de forma ágil e padronizada, a oferta de crédito bancário a custo reduzido para pequenos e médios fornecedores. Outro dado do relatório revela que, no Brasil em 2011, 95% das empresas fornecedoras do Sistema Petrobras eram brasileiras, com um total de aquisições de US$ 37,8 bilhões.

Todos os anos são realizadas pesquisas para conhecer a opinião de públicos da Petrobras quanto à relevância de temas relacionados à sustentabilidade e auxiliar na definição de quais devem ser abordados no relatório. “Para esta edição, ouvimos 190 representantes de diversos segmentos, como clientes, fornecedores, imprensa, investidores, organizações da sociedade civil, poder público e público interno. O resultado das consultas permitiu listar os dez temas considerados mais relevantes para esta publicação”, explica o coordenador do Relatório de Sustentabilidade da Petrobras, Adriano Lima.

Os temas selecionados foram: prevenção de acidentes e vazamentos; mudanças do clima e emissões; gestão de riscos; pesquisa e desenvolvimento tecnológico; diálogo e engajamento com comunidades; saúde e segurança dos trabalhadores; pré-sal; transparência na comunicação; mecanismos anticorrupção e diversificação de fontes energéticas.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.