Tecnologia 4G: seis grupos se habilitam ao leilão

O leilão das faixas de frequência para a tecnologia 4G e para a oferta de telefonia móvel e Internet na área rural deverá ter a participação de seis grupos, que apresentaram à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a documentação e as propostas de preço, que ainda serão analisadas pela agência, para saber se estão aptas a participar da disputa.

São elas: Claro, Tim, Oi, Vivo, Sky e Sunrise Telecomunicações, sendo que a Claro e a Tim se credenciaram com duas empresas cada. A abertura dos envelopes está marcada para a próxima terça-feira (12), na sede da Anatel, em Brasília.

Maior preço
No leilão para o 4G, o vencedor será aquele que oferecer o maior preço pela outorga de cada um deles. Se todos os lotes ofertados forem vendidos, a expectativa da Anatel é arrecadar pelo menos R$ 3,85 bilhões com a licitação. Já para a faixa de 450 mega-hertz (MHz), que servirá para ampliar a cobertura dos serviços de telefonia e Internet na área rural, vai ganhar a licitação quem oferecer o menor preço para o consumidor.

Segundo cronograma do edital, todos os municípios com mais de 100 mil habitantes terão cobertura 4G até 31 de dezembro de 2016. As cidades-sede da Copa das Confederações terão a nova tecnologia até 30 de abril de 2013, e as sedes e subsedes da Copa do Mundo terão o serviço até 31 de dezembro de 2013.

Do Monitor Mercantil

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.