Começa curso de inclusão digital em Centros Comunitários

Sábado (04) foi o primeiro dia de aula dos alunos matriculados no curso de Inclusão Digital, uma iniciativa da Fundamas em parceria com Secretaria de Assistência Social (SAS) e Sociesc. A ideia da reabertura dos telecentros surgiu a partir de reunião, no dia 1 de abril, sugerida pelo vereador João Rinaldi. O vereador esteve sexta-feira, na Associação de Moradores do Jardim Francine, um dos 10 centros comunitários onde o curso está sendo oferecido. O presidente da associação, Jadisson Severino, fez um evento de lançamento do curso, com a presença dos alunos, representantes do governo municipal e a comunidade.

“É relevante salientar que os laboratórios de informática foram instituídos em 2007, pelo Comitê Fome Zero, que fez um belíssimo trabalho de inclusão social, em parceria com Besc, Udesc, e outros órgãos. O processo ficou parado por algum tempo e hoje é uma grande satisfação poder participar da sua reativação. Crianças, jovens, adultos e idosos serão contemplados no programa”, disse o vereador.

A secretária de Assistência Social, Rosimeri Costa, falou da importância da reativação dos telecentros e da parceria firmada com a Sociesc, que cedeu os acadêmicos para atuarem como monitores nos laboratórios. O presidente da Fundamas, Rogélio Luetke, disse que os alunos iniciaram o curso aprendendo o básico, mas que futuramente a fundação poderá avançar, oferecendo, por exemplo, curso de planilha eletrônica, entre outros. As aulas serão ministradas aos sábados, no horário das 8 às 12 horas, nos bairros Aventureiro, Anita Garibaldi e Vila Nova em igrejas, associações e centros de referência da assistência social. Os alunos recebem material de apoio para as aulas, elaborado pela Fundamas.

Assessoria do Vereador João Rinaldi

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.