Inflação semanal diminui para 0,59% no fechamento de outubro

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) apresentou variação de 0,59% no fechamento de outubro, o que significa um decréscimo de 0,07 ponto percentual em relação à taxa da semana anterior (0,66%).

Medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV), o IPC-S calcula a variação dos preços de produtos e serviços em sete capitais brasileiras. Pelo levantamento, os preços diminuíram em seis das sete categorias avaliadas na última semana de outubro.

Os destaques foram: alimentação (de 1,51% para 1,38%), sobretudo por causa da queda nos preços das frutas, cuja variação passou de -0,07% para -1,18%, e habitação (de 0,29% para 0,20%), graças à redução da taxa de água e esgoto residencial, que variou de 1,20% para 0,65%.

Os grupos educação, leitura e recreação (de 0,24% para 0,14%); saúde e cuidados pessoais (de 0,38% para 0,30%), despesas diversas (de 0,23% para 0,19%) e vestuário (de 0,60% para 0,58%) também apresentaram taxas menores nesta apuração. Os itens que influenciaram esses movimentos são: passagem aérea (de 2,23% para -0,11%), artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,60% para -0,06%), alimento para animais domésticos (de -0,20% para -1,04%) e calçados (de 0,65% para 0,53%).

O grupo transportes (0,30% para 0,45%) foi a única classe de despesa que registrou aumento na taxa de variação. Os itens que mais contribuíram foram: álcool combustível (de 5,42% para 7,01%) e gasolina (de 0,18% para 0,59%).

Agência Brasil

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.