Verão mais quente desde 2003 em SC, aponta Ciram

Até a próxima quarta-feira (14), a temperatura permanece próxima de 40 graus Celsius (°C) na Região Sul. Nesta segunda-feira (12), os termômetros chegam a 37 °C no Rio Grande do Sul e no Paraná. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê pancadas de chuva isoladas apenas no Paraná. Em Santa Catarina este foi o verão mais quente deste 2003.

Nesta terça-feira (13), devem ocorrer pancadas de chuva no sul e na região de Campanha (RS) e na quarta-feira (14), uma frente fria avança pelo oceano, deixando o dia nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas nos três estados do Sul.

De acordo com o meteorologista Lizandro Jacóbsen, do Serviço de Meteorologia do Paraná (Simepar), áreas de instabilidade se formam à tarde em grande parte do estado. Apenas no extremo-oeste, fronteira com o Paraguai, não há previsão de chuva.

O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram) divulgou  boletim informando que o verão 2012 não foi uma estação de extremos, com quebra de recorde de temperatura. O que marcou foi o número de dias consecutivos de calor no estado, configurando um dos mais quentes dos últimos anos. A falta de chuva, mais sentida nas regiões oeste e meio-oeste, provocou situação crítica para a agricultura, pecuária e o abastecimento de água. Até mesmo as típicas pancadas de chuva entre a tarde e noite foram raras neste verão, bem como os temporais, tornados, trombas d’água e ciclones extratropicais próximos do litoral.

Análises baseadas em duas estações meteorológicas concluíram que o desconforto sentido pelas pessoas neste verão, em termos de dias consecutivos de temperatura acima de 30°C, não foi o pior em Santa Catarina. A temperatura alta perdeu para o ano de 2003, que teve 26 dias consecutivos acima de 30°C em Blumenau. O vento predominante foi o nordeste, que deixou este ano a água gelada nas praias catarinenses.

Do ABC Digital

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.