PT e PMDB fecham acordo por chapa de Dilma Rousseff em 2010

Deu no Terra, e vai causar grande reboliço em todo o país, e especialmente em Santa Catarina:

“O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Ricardo Berzoini, informou na noite desta terça-feira que PT e PMDB fecharam acordo para comporem a chapa em que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, concorrerá à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O acordo foi selado após jantar entre Lula, Dilma, as cúpulas dos dois partidos e 11 ministros de Estado. O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), é o nome mais provável para ser o vice de Dilma, mas a confirmação oficial só deverá ocorrer no próximo ano.

“Formalizamos o compromisso político que tem por objetivo caminharmos juntos em 2010. Isso representa o acúmulo político dos últimos três anos de governo, um período de coalizão mais consistente e programática”, disse Berzoini após reunião no Palácio da Alvorada, em Brasília. “Projetamos uma aliança firme em 2010. A chapa majoritária tem composição de PT e PMDB, os dois maiores partidos (da base governista).”

De acordo com o dirigente petista, as próximas etapas do acordo confirmado hoje incluirão a proposta de como viabilizar “alianças mais amplas”, o apoio dos caciques estaduais em torno do acordo PT-PMDB e eventualmente a reprodução desse alinhamento nos Estados.

“Selamos um acordo político que será submetido às convenções de cada partido. Vamos construir um caminho para em 2010 haver as duas homologações (dos partidos em prol da aliança PT-PMDB)”, observou Berzoini.

Para Michel Temer, o acordo entre as duas maiores legendas governistas prevê que ambos os partidos, em conjunto com as demais agremiações governistas, façam a “coordenação de campanha” da ministra Dilma e de seu vice, além de que redijam em conjunto o programa de governo da candidata à sucessão de Lula.

“Houve um pré-acordo no sentido que façamos uma aliança para 2010. O vice é do PMDB”, declarou Temer, voltando a defender, como pleiteia o presidente Lula, que a base governista tenha candidato único em 2010. “(O vice será) fruto das circunstâncias políticas do ano que vem. Os outros falam (sobre o meu nome como vice), mas eu não falo.”

“Seria útil um bloco com uma candidatura (PT-PMDB) e outro bloco com outra candidatura (PSDB)”, ressaltou Temer. Atualmente, o deputado Ciro Gomes (PSB) e a senadora Marina Silva (PV), ambos de partidos da base aliada, são pré-candidatos na corrida pelo Palácio do Planalto.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.