Caixa começa a pagar hoje benefícios do PIS

A Caixa Econômica Federal inicia hoje (24) o pagamento dos benefícios do Programa de Integração Social (PIS), relativos ao calendário 2012/2013. De acordo com a Caixa, gestora do PIS, 17,9 milhões de trabalhadores têm direito ao abono de R$ 622, enquanto 27 milhões de assalariados poderão sacar os rendimentos, em valores menores que o abono. Os rendimentos não retirados retornam para a conta de participação do trabalhador.

Beneficiários que têm conta-corrente ou poupança no banco terão o valor creditado automaticamente. Para isso, é preciso que o único titular da conta seja o trabalhador beneficiário do PIS.

As empresas conveniadas com a Caixa creditarão o benefício diretamente na folha de pagamento de julho e agosto dos funcionários. Mais de 27 mil empresas estão cadastradas, o que significa que aproximadamente 2,9 milhões de empregados receberão o abono ou os rendimentos do PIS nos contracheques.

Trabalhadores que não têm conta na Caixa e não estão vinculados a uma empresa conveniada poderão sacar o benefício a partir do dia 15 de agosto nos terminais de autoatendimento, nas casas lotéricas, nos correspondentes Caixa Aqui ou em uma agência do banco. Os benefícios serão liberados conforme o mês de nascimento do trabalhador (veja tabela abaixo).

O abono é um direito dos trabalhadores cadastrados no PIS ou Pasep até 2007, que tenham trabalhado no mínimo 30 dias, consecutivos ou não, no ano de 2011, com Carteira de Trabalho assinada por empresa. Também é preciso ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais e que os dados tenham sido informados corretamente pela empresa ao Ministério do Trabalho e Emprego na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do ano-base 2011.

O saque dos rendimentos é para o trabalhador cadastrado no PIS ou Pasep até 4 de outubro de 1988 e que tenha saldo na conta PIS. O pagamento obedece ao mesmo calendário do abono salarial.

O saque do saldo da conta PIS é permitido ao trabalhador que apresentar algum dos motivos previstos em lei: aposentadoria, invalidez permanente, reforma militar, transferência para a reserva remunerada, tratamento de aids ou câncer do titular ou de seus dependentes, morte do titular ou como benefício assistencial a pessoa com deficiência, ao idoso e ao participante com idade igual ou superior a 70 anos.

Para saber se tem direito ao abono salarial ou aos rendimentos do PIS, o trabalhador pode consultar a página da Caixa na internet, escolhendo as abas Você, Serviços Sociais, PIS e Consulta ao Pagamento.

Outra forma de consulta é pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), no telefone 0800 726 0101, opção 2. O serviço funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana. Ao fazer a consulta pela internet ou pelo telefone, o trabalhador deve sempre ter em mãos o número do PIS.

Confira o calendário de pagamentos para quem não têm conta na Caixa Econômica Federal:

NASCIDOS EM:

Julho recebem a partir de 15/08/2012

Agosto recebem a partir de 22/08/2012

Setembro recebem a partir de 29/08/2012

Outubro recebem a partir de 12/09/2012

Novembro recebem a partir de 19/09/2012

Dezembro recebem a partir de 26/09/2012

Janeiro recebem a partir de 09/10/2012

Fevereiro recebem a partir de 17/10/2012

Março recebem a partir de 24/10/2012

Abril recebem a partir de 13/11/2012

Maio recebem a partir de 21/11/2012

Junho recebem a partir de 28/11/2012

Ag. Brasil

MP investiga se HSBC espionou bancários em licença médica

O Ministério Público do Trabalho (MPT) investiga há um ano o banco HSBC por acusação de espionagem ilegal de bancários em licença médica. A informação foi revelada na última quarta-feira (18) por dirigentes sindicais da categoria, durante entrevista coletiva realizada em Curitiba. O caso chegou ao conhecimento do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, em junho do ano passado, por meio de uma denúncia anônima. No mês seguinte, a entidade acionou o MPT, que abriu um procedimento de investigação.

“O HSBC contratou uma empresa para saber se os trabalhadores afastados tinham outras atividades fora do banco e, para isso, fez filmagens, fotografias, seguiu as pessoas em supermercados, faculdades, academias, invadindo a privacidade delas e de suas famílias”, afirma o presidente do sindicato, Otávio Dias. “Houve casos de arapongas que se disfarçaram de vendedores ou até mesmo de cabos eleitorais para entrar na casas das pessoas. É assustador.”

De acordo com a denúncia, o HSBC contratou uma empresa privada de investigação para vasculhar a vida privada de pelo menos 164 bancários, entre os anos de 1999 e 2003. A maioria desses trabalhadores estava em licença médica em razão de doenças ocupacionais.

Segundo os sindicalistas, também houve quebra de sigilos bancários, tanto de trabalhadores quanto de seus familiares, inclusive de contas abertas em outros bancos. Eles contam que a espionagem ilegal ocorreu nos estados das regiões Sul e Sudeste. Com sede em Londres, o HSBC tem mais de 800 agências no Brasil.

O procurador do MPT encarregado da investigação, Humberto Mussi, informou que, por enquanto, não dará entrevistas. Por meio da assessoria de imprensa do órgão, o procurador disse que a apuração do caso é complexa e que, por envolver a intimidade dos trabalhadores, também é sigilosa. Ainda segundo Mussi, muitas pessoas já foram ouvidas nos últimos meses e, “em breve”, ele tomará uma decisão a respeito do caso.

As entidades sindicais pretendem fazer a mesma denúncia à Organização Internacional do Trabalho (OIT), ao governo federal e ao Congresso Nacional. Na próxima sexta-feira (20), o ministro do Trabalho, Brizola Neto, participará, em Curitiba, de conferência nacional dos bancários e deve receber em mãos uma reclamação formal sobre o assunto.

“Vamos fazer uma reunião com parlamentares em Brasília e solicitar a realização de audiências públicas sobre toda essa situação”, informou à Agência Brasil o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), Carlos Cordeiro. “Pode até ser o caso de uma CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito].”

A empresa contratada pelo HSBC para fazer as investigações, de acordo com os sindicalistas, foi a SPI Agência de Informações Confidenciais, cujo nome fantasia seria Centro de Inteligência Empresarial. A empresa é a mesma que, em 2001, foi acusada de ter efetuado grampos nos telefones celulares de sindicalistas a mando do HSBC. Na época, o banco negou as acusações.

As entidades sindicais argumentam que a atual denúncia formulada ao MPT está embasada em documentos originais que vazaram de dentro do próprio banco. “Tivemos acesso aos relatórios da empresa contratada, a contratos e notas fiscais, além de fotografias e mais de 18 horas de gravações em vídeo”, relata o advogado Nasser Ahmad Allan, assessor jurídico do sindicato. “Trata-se de uma grave violação da intimidade das pessoas.”

A expectativa dos sindicalistas é que o MPT ingresse com uma ação civil pública contra o banco, solicitando indenização por dano moral coletivo. Ações individuais também estão sendo preparadas. “O HSBC extrapolou todos os limites do bom-senso e os trabalhadores foram duplamente penalizados, em primeiro lugar por terem adoecido no trabalho e, depois, por terem sido vigiados 24 horas por dia”, resume Elias Jordão, presidente da Federação dos Trabalhadores no Ramo Financeiro no Estado do Paraná (Fetec).

Procurado pela Agência Brasil, o HSBC não se pronunciou a respeito da denúncia. Por meio de sua assessoria de imprensa, o banco alegou que acusações relativas ao período de 1999 a 2002 estão em trâmite judicial e que, por isso, a instituição não se manifestará.

Da Ag. Brasil

Dia do Trabalhador – Homenagem do Blog: Trabalhador, trabalhadores, anjos do mundo!

Homenagem a todos os trabalhadores do Brasil e do Mundo nesta data que só marca a luta que é antiga por mais dignidade e valor

“Igual abelha ou formiguinha, constrói tudo do Mundo.
Sua fêmea é sua Rainha, e amam o amor mais profundo.
Até que surge o explorador, e nunca o deixa se aprumar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Ele que cria toda riqueza, a sua ação é toda abençoada.
De solidariedade e nobreza, com o Cosmos esta integrada.
O verdadeiro empreendedor, tudo que faz é emancipar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Produzir é seu papel, pra Ter produto pra comunhão.
Só existe um Deus no Céu, na terra todo mundo é irmão.
Sem haver carrasco opressor, nem gosto pro maltratar
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Tudo que faz é bem feito, capricha pro melhoramento.
É por Justiça e Direito, por consciência e discernimento.
Pro bem ele é colaborador, trabalho é que faz o libertar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Por todo lado há exclusão, e toda forma de sofrimento.
Está faltando ser mais irmão, convicção no sentimento.
Não pode Ter dominador, que só faz ao mundo estragar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

É preciso dar cada mão, e todo mundo irmão participar.
Desfrutar da Produção, para toda necessidade acabar.
Conforme a idéia do redentor, em Paz universal irmanar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Tá faltando Humildade, ter mais Jesus Cristo no coração.
Cidadania e afetividade, pra todos terem vida e salvação.
Rompendo discórdia e desamor, Paz e Amor que é ganhar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

A vida está passando, ninguém leva o capital acumulado.
Que todos danos tá causando, maldito falta em todo lado.
A atual Realidade é de terror, que temos de juntos mudar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Trabalhador a construir, trabalhadores tão sonhadores.
Os Construtores do Porvir, lindas Senhoras e Senhores.
Representam o maior amor, a bem aventurança a chegar.
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Pra ter Justiça na sociedade, paz, entendimento e harmonia.
Todos com vida de dignidade, atitude de Juízo e Cidadania.
Já que ele cria todo valor, tem também de ser do comandar
Humano é ser Trabalhador, Divino e irmão só faz somar.

Azuir, Oceanira, Carlos, Ronaldo e Turmas do Social da Unicamp e Amigos de Mosqueiro.

Música no Blog com Zé Ramalho – “Admirável gado novo”

http://youtu.be/gQ2sQk9q-30

Dilma sanciona sem vetos lei que concede aviso prévio de até 90 dias

A presidenta Dilma Rousseff sancionou ontem (11) sem vetos a lei aprovada pela Câmara dos Deputados que concede aviso prévio de até 90 dias, proporcional ao tempo de trabalho.

A informação foi confirmada pela Casa Civil da Presidência da República. A mudança será publicada no Diário Oficial da União da próxima quinta-feira, quando começará a valer.

Atualmente, os trabalhadores têm direito a 30 dias de aviso prévio. A nova lei determina que seja mantido o prazo atual de 30 dias de aviso prévio, com o acréscimo de três dias por ano trabalhado, podendo chegar ao limite de 90 dias (60 dias mais os 30 dias atuais).

Com a mudança, o empregado terá direito aos 90 dias de aviso prévio quando completar 20 anos de trabalho.

Agência Brasil

Trabalhadores, somos todos!

Neste dia que se comemora o Dia do Trabalhador, é momento de se exaltar a quem produz, acordando cedo e dando o seu melhor onde quer que desenvolva suas atividades. Pode ser na indústria, comércio, nos serviços. Pode ser no balcão do bar, no guichê do banco, à frente da sua plantação. Pode ser o gari, o catador de papelão e reciclador, ou ainda o ferramenteiro. E até o empresário, que parece tão distante, também é trabalhador mesmo não parecendo, e muitas vezes, porque não quer ser reconhecido como tal.

A busca por igualdade, salários justos, remuneração digna, qualidade no local de trabalho, valorização pessoal e profissional, é dever de todos e todas. E deve ser o desejo de cada um para o outro. Os empresários, quando se derem conta de que é possível viver bem sem explorar a todos, receberá em dobro dos seus trabalhadores quando assim proceder. Neste dia que existe para que se renovem as esperanças, o Blog Palavra Livre se congratula com todos os trabalhadores e trabalhadoras, desejando sempre uma vida melhor, com mais qualidade de vida, paz e saúde.

Viva a todos os trabalhadores e trabalhadoras!

Psiu, isto te interessa, saúde do trabalhador

É preciso que você, que está aí no seu trabalho, numa área mensalista atrás do seu computador, na produção operando uma máquina, ou suando para acompanhar uma linha, saiba que existe uma única condição que nos une: o trabalho. O trabalho que fazemos para manter nossas vidas.

Mas, o trabalho que fazemos é um trabalho que nos suga, que retira de nós as nossas forças, a nossa alegria, retira de nós os sonhos, mata os desejos e frustra as esperanças. É por isso que esse trabalho estressa, adoece, deprime e aliena.

É por isso que esse trabalho isola companheiros. Semeia a individualidade onde deveria brotar a solidariedade e, dessa forma, nos faz fracos, indefesos e querendo desesperadamente encontrar saídas para o nosso caso particular.

Essas palavras são para você, que está aí sofrendo sozinho ao lado de centenas de outros que vivem a mesma realidade e sofrem dos mesmos males.

O trabalho que você faz não tem significado ou representação sozinho, porque é parte de um todo. O fruto do trabalho de cada um desaparece no produto ou na imaterialidade do serviço, que é sempre coletivo.

Apesar disso, a avaliação do trabalho é individual, a meta imposta e sem limite é individual e, da mesma forma, sua dor no ombro é individual, sua tristeza é individual e sua frustração é problema seu.

Mas, isso tem que mudar, você não acha? Pergunte ao “competidor” que senta ao seu lado o que ele acha.

Departamento de Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente

Trabalhador não pode ser demitido por ser dependente químico

De acordo com a pesquisa “O Impacto das Drogas no Ambiente e no Mercado de Trabalho”, divulgada pelo Observatório do Mercado de Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 2005, o abuso e dependência de substâncias psicoativas no Brasil atingem, de forma direta e indireta, mais de 50% da população brasileira.

Na lista destas substâncias psicoativas incluem-se desde as chamadas drogas lícitas (as que são vendidas legalmente), como o cigarro e o álcool, até as consideradas ilegais, como a maconha, a cocaína e o crack, entre outras. O que estas substâncias têm em comum é que todas elas podem causar dependência química em seus usuários.

A dependência química é um estado resultante do uso habitual destas substâncias, no qual, quando há descontinuidade no uso da droga, aparecem sintomas físicos e psicológicos negativos de abstinência. Estes sintomas fazem com que o usuário tenha uma necessidade compulsiva daquela droga, situação que foge de sua própria vontade e controle.

Hoje, a dependência química é considerada uma doença crônica (que não tem cura, mas pode ser controlada) e progressiva (se não for tratada, tende a se agravar). Além disso, é uma doença extremamente democrática, pois afeta pessoas de ambos os sexos e de qualquer idade, não importando o nível socioeconômico ou intelectual.

A dependência química também pode levar a outras enfermidades, tais como pancreatite, cirrose hepática, hepatite, câncer na boca e nos aparelhos respiratórios, doenças circulatórias e digestivas, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), anemia, pneumonia, úlcera, tromboses, diabetes e transtornos psíquicos, entre outros. Trata-se de uma doença biopsicossocial, que provoca separações de casais, alienação social e perda de emprego.

Sindicato dos Mecânicos