Alinhamento incondicional de entidades ao Governo Udo pode provocar racha em Joinville (SC)

O Palavra Livre recebe centenas de informações das fontes mais diversas. E sobre inúmeros temas e assuntos. Esta informação de que empresários da maior cidade de Santa Catarina estão em crescente descontentamento com a inércia e falta de posicionamento das Entidades Empresariais frente aos recentes decretos e decisões da Prefeitura de Joinville, indica um racha de proporções imprevisíveis caso a situação perdure.

As fontes ouvidas pelo Palavra Livre dizem a razão do imenso descontentamento: o comprometimento exacerbado das diretorias dessas entidades com Udo Döhler, o atual prefeito em fim de mandato. Este grupo importante de empresários diz que este posicionamento engessa qualquer tentativa de pressão para mudanças em favor de empresários que passam por enormes dificuldades. Este movimento – sim, é um movimento já – está pressionando por um posicionamento das Associações que os representam.

Na sexta-feira (31/8), após a notícia de que a Prefeitura estaria enviando projeto de lei para contemplar as empresas de transporte coletivo Transtusa e Gidion com R$ 7,5 milhões para “ajudar” ambas a enfrentar a crise foi a gota d’água em um copo que transborda há bastante tempo. Apenas a Ajorpeme lançou nota contra a última decisão do prefeito Udo Döhler (MDB) em dar subsídios para as empresas de ônibus. Após intensa repercussão negativa na população, o projeto de lei foi retirado, não sem colocar a culpa no “não entendimento do projeto por parte da sociedade”.

Até comunicados em nome das entidades empresariais a favor de decretos de combate à pandemia – considerados ineficazes e tímidos por parte deste movimento empresarial descontente – são duramente criticados. Eles não se consideram ouvidos, sentem-se abandonados por este grupo que está sempre alinhado ao prefeito Udo, sem contestações. O que já era uma epidemia no associativismo de Joinville (SC) deve passar ao estágio de pandemia, causando mudanças drásticas e importantes nestas asssociações empresariais como ACIJ, CDL, Convention Bureau e outros. “Novos tempos virão”, avisam os empresários.

Piquenique na Praça é um programa diferente para domingo em Joinville (SC)

Lideranças e moradores do bairro Boa Vista em Joinville (SC) estão sendo convidados pela JCI Joinville a fazer um programa diferente.

A entidade organiza para a tarde deste domingo, 30 de agosto, um piquenique comunitário na Praça Cecy Maia, em frente ao Hospital Regional. O encontro ocorrerá das 15 às 17 horas.

A ideia, segundo a presidente da entidade, Lena Souza, é incentivar a comunidade a se apropriar dos espaços públicos e transformá-los, para que possa usufruir adequadamente deles.

O piquenique de domingo é para planejar as ações necessárias às melhorias na Praça Cecy Maia. A iniciativa deve ser levada para outros espaços públicos da cidade. O projeto ganhou o nome de “Você é a Mudança”.

“Nosso objetivo é revitalizar os espaços públicos partindo de melhorias nos aspectos físicos para chegar num maior engajamento e identificação da comunidade com as praças de Joinville, a fim de que elas sejam um espaço de convivência e integração”, destaca Lena Souza.

“Importante ressaltar que esta ação é um exercício de democracia em escala local, um movimento de cidadania e concretização social e urbana. Uma maneira que as pessoas têm de se manifestar, de maneira inteligente e propositiva, por melhorias imediatas nas suas condições”, acrescenta a presidente da JCI Joinville.

Todos que quiserem participar serão bem-vindos e devem levar alimentos para o piquenique comunitário, que terá animação musical e atividades recreativas. Mais informações: (47) 8405-4275 e contato@jcijoinville.org.br.

Objetivos específicos do projeto:

  1. Impactar positivamente a comunidade.
  2. Fortalecer a relação afetiva da população local com os espaços públicos.
  3. Evidenciar o potencial de espaços ainda pouco utilizados como local de convivência.
  4. Fazer com que a comunidade se sinta corresponsável pela conservação do espaço público, estimulando um sentimento de pertencimento.
  5. Testar possibilidades de ocupação e reivindicar infraestrutura permanente que melhore a qualidade das praças como espaço público.
  6. Contribuir para uma melhor qualidade de vida da comunidade.
  7. Estimular o surgimento de novas opções de lazer gratuitas em espaços públicos.
  8. Incentivar o hábito das pessoas usarem as praças como espaço de interação social, seja para ler, praticar exercícios, levar os filhos para brincar, entre outros.
  9. Criar as condições para que o projeto possa ser replicado por outras instituições ou grupos sociais, e assim as ações de melhoria sejam sustentáveis no longo prazo e possam atingir um número maior de espaços públicos em um menor espaço de tempo.

 

O que é JCI
JCI é uma sigla que, traduzida do inglês, significa Câmara Junior Internacional. Não é ligada a nenhuma finalidade política nem participa de decisões governamentais.

Fundada em 1915 em St. Louis, Missouri (EUA), por Henry Gissenbier, a organização global de jovens cidadãos ativos cresceu como uma abordagem construtiva para problemas cívicos. O movimento se espalhou e, em 1944, foi fundado em outros oito países.

Hoje é uma organização da sociedade sem fins lucrativos de 200 mil jovens entre 18 e 40 anos de idade em 5 mil comunidades e mais de 100 países que buscam soluções objetivas para problemas específicos das comunidades.

Em Joinville, a organização está presente desde 1961. As oportunidades disponíveis na JCI são divididas em quatro áreas estratégicas de atuação: Individual, Internacional, Comunitária e Negócios.

Com informações da Ascom/CDL Joinville (SC)

Lançamento oficial do Natal dos Sonhos em Joinville hoje (8/11) na CDL

Lideranças, empresários lojistas, comunidade e imprensa participam, a partir das 19h30min desta quinta-feira (dia 8) do lançamento oficial da programação do Natal dos Sonhos de Joinville. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal e CDL Joinville, com o apoio do Governo do Estado, Conselho de Pastores, SESC, Igrejas, empresas (Transtusa e Gidion), 62º Batalhão de Infantaria, 8º Batalhão da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, Câmara de Vereadores e instituições.

A programação completa será divulgada no evento. Entre os destaques estão as apresentações do dos alunos da Escola do Teatro Bolshoi (2 de dezembro); Festival de Balonismo de Joinville (dias 6 a 9 de dezembro); apresentação da Banda Marcial dos Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro (12 de dezembro); e apresentação do Circo Tholl com a peça Exotique (16 de dezembro).

Além disso, a programação contempla várias atividades culturais e artísticas entre os dias 1º e 23 de dezembro, na Praça Nereu Ramos. Outro destaque será o Concurso fotográfico do Festival de Balonismo do Natal dos Sonhos.

Já a abertura oficial do Natal dos Sonhos de Joinville acontecerá às 18 horas do dia 21 de novembro, na praça Dario Salles, no centro da cidade. Na ocasião, haverá chegada do Papai Noel, show com o Padre Antônio Maria, apresentação teatral e também apresentação de grupos de Terno de Reis. Informações adicionais nos sites da CDL: www.cdljoinville.com.br ou da Prefeitura de Joinville: www.joinville.sc.gov.br.

 

CDL Joinville promove palestra sobre vendas nesta quinta (19/7) no bairro Iririú

Como o objetivo de levar os serviços da entidade para mais perto da comunidade, a CDL Joinville promove, nesta quinta-feira (dia 19), o projeto “CDL nos Bairros”. O evento será realizado no salão da Paróquia São Sebastião do Iririú (ao lado da Loja Millium), no bairro Iririú. A primeira parte do evento será das 10h às 18 horas e vai oferecer consulta gratuita ao SPC, alerta aos documentos perdidos e extraviados, serviços da CDL Talentos (agência de empregos).

Na segunda parte da ação, acontece uma palestra, às 19h30, no mesmo local, com o tema: “Como aumentar as VENDAS e o LUCRO com o Crediário”. A entrada para a palestra é de um quilo de alimento não perecível. Esta palestra será ministrada pelo consultor e professor universitário, Eurides Casas, com mais de 20 anos no mercado do varejo e especialista das áreas organizacionais do comércio e indústria para o desenvolvimento da visão sistêmica e excelência empresarial. Mais informações nos telefones: (47) 3461-2519 / 3461-2548.

Unidos pelos bombeiros, e por que não pela saúde?

Cadê a união de Joinville pela saúde, como fizeram com o caso dos Bombeiros Voluntários?

Joinville é uma cidade com muitos contrastes. Alguns a cantam como a maior de Santa Catarina, maior PIB, maior em eleitores, em população, etc. Por outro lado, longe da pujança que alguns tentam vender, talvez para ganho de auto-estima, ou mesmo para amainar corações angustiados que sofrem, há falta de mobilidade urbana, de saúde melhor, de escolas de pé e funcionando. Joinville consegue mobilizar lideranças políticas, comunitárias, empresariais, religiosas, de todos os matizes, para defender o trabalho meritório dos Bombeiros Voluntários com direito à várias páginas e capas de jornais. Mas não se mobiliza para por fim ao abandono da saúde – vide caso do Hospital Regional de Joinville – que o Governo do Estado impõe à cidade. Para não falar da educação pública, esse tema fica para outra reflexão.

Dá pena ver um homem público como o médico Renato Castro dar um depoimento emocionado, e de forte teor político, de denúncia, ao relatar a falta de médicos, enfermeiros, funcionários enfim, para dar atendimento decente às pessoas, e principalmente para defender a vida de pacientes na UTI. Enquanto isso o secretário Dalmo Claro só pensa “naquilo”, ou seja, a implantação da gestão por uma organização social, a famosa OS para gerir o Regional. Porque tanta insistência nesse modelo? Temos uma OS administrando o Hospital Infantil na cidade, que já tratou de se desfazer da ala de queimados, por pasmem “falta de demanda”! Que é isso gente, tratar saúde como demanda, como se fosse algo comercial? Não cabe discutir demanda em saúde pública! Cabe sim é dar todas as condições para que a saúde seja oferecida em bom nível para a população. Dizem que agora ensaiam o fim da maternidade ali também. Então, pergunto, para quê OS? Para deixar a carne de pescoço para os hospitais públicos e ficar com o filé mignon?

Pergunta que não quer calar: quantas OS administram hospitais em Florianópolis? Ou em Lages, terra do governador Raimundo Colombo? Porque lá tudo pode ser público, há atendimento, verbas e contratações andam com mais celeridade? Por que Joinville sempre se ajoelha diante de interesses da Ilha? Temos deputados estaduais, Nilson Gonçalves, Kennedy Nunes e Darci de Matos, todos governistas. Temos dois senadores, Luiz Henrique e Paulo Bauer (esse dizem que não, mas…). Temos dois deputados federais, Marco Tebaldi e Mauro Mariani. Todos se unem para defender, repito com toda a razão, os Bombeiros Voluntários. E porque o movimento não acontece para exigir atenção à Joinville, à sua saúde! Para que trabalham nossos representantes eleitos gente?

A cidade jamais será grande se continuar subserviente aos interesses políticos da capital. Já tivemos governador eleito com base na quinta roda da carroça, com apelo ao fortalecimento de Joinville, mas continuamos sendo a quinta roda! Joinville tem de aprender a se unir sempre, políticos, empresários, comunidade, trabalhadores, em um só bloco para exigir ações efetivas, aí sim, de acordo com a pujança que representa para a economia, o desenvolvimento geral de todo o estado catarinense. Nossos políticos eleitos não podem se acovardar de defender a cidade que os elegeu porque há “entendimentos” individuais com o Governo do Estado! Só seremos respeitados quando o mesmo movimento que fez a Assembleia Legislativa votar a favor dos Bombeiros aconteça também para a saúde, educação, infraestrutura!

Até quando a população será ludibriada? Até quando veremos pessoas sofrerem, e até morrerem, por falta de atitude para resolver os problemas da saúde da maior cidade catarinense? Queremos ver urgentemente a mesma união na defesa aos Bombeiros para conquistar melhorias na saúde e em outras áreas! ACIJ, CDL, Acomac, Ajorpeme e lideranças todas unidas, fazendo coro pela cidade, até que os olhares se voltem verdadeiramente para a atenção aos mais de 600 mil cidadãos que aqui residem! E não só nas eleições, discursando temas vazios, levando nossos votos para nos deixar à mercê de todos os problemas. Compromisso com a saúde, quando vamos nos unir! Cadê o movimento de união agora senhores? Ou jamais seremos respeitados, ficando eternamento ligados aos aparelhos da UTI!

Joinville sediará o 1o. Encontro Regional de Vendas em novembro

O consultor Alfredo Rocha, o renomado professor Gretz e o jornalista Luiz Carlos Prates são os palestrantes do 1º Encontro Regional de Vendas, que será realizado no dia 20 de novembro, em Joinville. Promovido pela CDL Joinville, através do Centro de Treinamento, o evento vai destacar assuntos referentes à liderança, motivação e vendas. São esperados mais de 400 participantes no auditório da Mitra Diocesana, no centro da cidade.

Além das três palestras com especialistas da área, a programação do Encontro Regional de Vendas também traz o painel: “O Desafio da Gestão no Varejo”. Na opinião do presidente da CDL Joinville, Carlos Grendene, todo tipo de treinamento é muito importante e essencial para o crescimento profissional da pessoa.

Os ingressos já estão sendo comercializados a preços diferenciados e os valores vão se alterando de mês em mês até o dia do evento (20 de novembro). Segundo a coordenadora do Centro de Treinamento da CDL, Gisele de Oliveira Werner, um dos diferenciais é que os ingressos podem ser transferíveis para outra pessoa acompanhar esta programação especial.

A vice-presidente de treinamentos da CDL, Tereza Teixeira Teza, explica que quanto mais cedo efetuar a inscrição, mais desconto o participante ganha. Informações e compra de ingressos pelos telefones: (47) 3461-2539 / 3461-2544.

Da Ass. Imprensa do CDL

Em parceria, CDL oferece curso especial de eletricista

Estão abertas as inscrições do Curso Intensivo de Formação de Mão de Obra para Eletricista Residencial e Comercial, promovido pela empresa Data Treinamento com o apoio da CDL Joinville. São apenas 60 vagas e, no final do curso, o participante recebe um certificado e acontece o encaminhamento curricular do profissional. A duração do curso é de 2 semanas, com aulas acontecendo no período matutino, vespertino e noturno, no Centro de Treinamento da CDL, localizado na rua Ministro Calógeras, 867 – centro.

Atualmente, há uma grande carência de profissionais da área no mercado de Joinville, principalmente empresas prestadoras de serviço. Segundo a coordenadora do Centro de Treinamento da CDL, Gisele de Oliveira Werner, a intenção é incentivar e contribuir com a formação e a empregabilidade regional. A Data Treinamento trabalha com a formação de mão de obra, mais especificamente para prestação de serviço (instalação de ar condicionado, eletricistas comercial e residencial,e industrial, atendente de farmácia, secretariado entre outros..). Mais informações no telefone (47) 9684-5757 ou na CDL Joinville, localizada na rua Ministro Calógeras, 867 – centro.

Gasolina será vendida a R$ 1,70 em Joinville (SC) nesta quinta-feira (31/5)

Para conscientizar a população da alta carga tributária paga pelos cidadãos brasileiros e para mostrar que o empresário apenas repassa o valor aos cofres públicos, a CDL Jovem de Joinville mais uma vez promove o Dia da Liberdade de Impostos (DLI). A venda de combustíveis começará às 8h30min, no Auto Posto Angeloni, na rua Visconde de Taunay, 1240 (localizado em frente do Supermercado Angeloni), em Joinville.

Neste dia, será comercializada gasolina sem a incidência dos impostos, para os 200 primeiros veículos. A gasolina comum estará sendo vendida a R$ 1,70 o litro. De acordo com o vice-coordenador da CDL Jovem e coordenador do Dia da Liberdade de Impostos, Rodrigo Coelho, a intenção é mostrar que o brasileiro trabalha cinco meses num ano para pagar impostos e taxas. “Neste ano, foram cinco dias a mais em comparação ao ano passado, somente para pagar os impostos”, argumenta o coordenador.

Esta idéia do Dia da Liberdade de Impostos surgiu em 2007 de um grupo de jovens empreendedores de Belo Horizonte, que realiza ação semelhante há cinco anos.

Feirão do Imposto
Na loja de conveniências do Auto Posto Angeloni, os integrantes do Núcleo de Jovens Empresários da ACIJ estarão realizando o tradicional Feirão do Imposto. Esta ação indica o percentual de impostos inserido em cada produto. A finalidade do Feirão é esclarecer as pessoas sobre o  peso da carga tributária nos produtos e serviços que consumimos no dia a dia. O  Feirão do Imposto iniciou em 2003 na cidade de Joinville, através do Núcleo de Jovens Empresários da ACIJ, e ganhou destaque em todo o Brasil pela forma de conscientização.

CDL oferece curso de Gestão de Negócios no varejo e serviços

Começa na próxima segunda-feira (dia 16 de abril), em Joinville, o primeiro módulo Curso de Gestão de Negócios no Varejo e Serviços, que irá apresentar uma visão do planejamento estratégico para o comércio. Promovido pela CDL Joinville, o curso completo é dividido em quatro módulos independentes. As aulas são realizadas nas segundas e quartas, no horário das 19h30min às 22h30min.

Neste primeiro módulo, com duração de 8 aulas (1 mês), o consultor pós-graduado em Estratégia Empresarial, Fernando Bade, vai destacar estratégia e planejamento de uma empresa, além de análise sobre administração estratégica e a realização de exercícios práticos. Ao final deste primeiro módulo, o participante terá em mãos um planejamento estratégico completo da empresa.

Curso
O Curso de Gestão de Negócios no Varejo e Serviços é destinado a gestores, gerentes e líderes de empresas comerciais e todas as pessoas que atuam ou pretendem atuar no comércio varejista. De acordo com a coordenadora do Centro de Treinamento e CDL Talentos, Gisele de Oliveira Werner, no segundo módulo, o participante terá noções de Gestão de Pessoas e Operações; no terceiro, o tema será Gestão Financeira e Administrativa; e o quarto módulo irá focar a Gestão de Marketing e Vendas. “O curso completo possui 120 horas, totalizando 5 meses, sendo que os quatro módulos são independentes”, destaca.

Inscrições e informações sobre os valores podem ser obtidas pelos telefones (47) 3461-2544 / 3461-2539 ou então pelo e-mail:  cursos@cdljoinville.com.br.

Com informações de Thiago Dias – Assessoria Imprensa CDL Joinville

CDL Joinville pressiona Conurb sobre estacionamento rotativo

CDL não quer mais esperar para que centro da cidade volte a normalidade no estacionamento rotativo

Durante audiência com o presidente da CDL Joinville, Carlos Grendene, na tarde de segunda-feira (26), o presidente da Conurb, Francisco de Assis, garantiu que até esta sexta-feira (dia 30 de março) será lançado o edital para contratação da nova empresa que ficará responsável pelo estacionamento rotativo de Joinville.

“Estamos finalizando alguns detalhes e esta semana temos certeza da publicação do edital. Sabemos que o centro da cidade está um caos por causa da falta de vagas de estacionamento e precisamos colocar a cada em ordem novamente”, destaca o presidente da Conurb ao ser questionado sobre os prazos da licitação.

Pelo cronograma, o edital será aberto daqui 30 dias, ou seja, no final de abril e, com isso, a empresa responsável pelo serviço deverá ser conhecida. “Se tudo der certo, acreditamos que em meados de maio, a nova empresa deverá estar operando o sistema”, explica o presidente da Conurb.

Na opinião do presidente da CDL Joinville, Carlos Grendene, é muito importante a retomada urgente do estacionamento rotativo. “Existem casos em que as pessoas estacionam os veículos no início da manhã e só retiram no final do expediente, por volta das 18 horas. Está muito complicado encontrar vagas para estacionar no centro da cidade. Queremos resolver isso o quanto antes”, frisa Grendene. Também participaram da audiência o vice-presidente da CDL, Luiz Kunde, e os conselheiros José Manoel Ramos e Osnildo de Souza.

Da Ass. Imprensa – Thiago Dias