Pois cheguei para ficar

Pois cheguei, e para ficar. Neste horário estava a almoçar com os queridos João Morais e Daiane Baú meus anfitriões no primeiro dia de Europa. E foram eles a levarem-me ao primeiro pequeno almoço no original Pastéis de Belém, um luxo não? Obrigado queridos!

Depois fui à minha primeira residência em Lisboa, um quarto em apartamento próximo ao Mirante da Graça e a estação de Santa Apolonia. Passei a pisar aquelas ruas milenares, metros, elétricos, autocarros, e caminhar, muito! Subi e desci muitas ladeiras, passei no Terreiro do Paço, Praça do Comércio, rua Augusta, Rossio, Chiado.

Assisti fado ao vivo em Alfama, me atirei em meio aos livros da mais antiga do mundo, a Bertrand. O Parque Eduardo VII é uma pintura, e a Avenida da Liberdade é a morada das grandes marcas mundiais.

Passeei no Shopping Vasco da Gama, no Colombo, vi o estádio do Benfica. Estiquei o passo e cheguei a Cascais de comboio. Sintra e seus encantos viram-me ficar embevecido.

Vinhos, brancos e tintos em profusão. Super Bock e Sagres então, em copos ou mini garrafas. O Castelo de São Jorge e sua vista fabulosa da linda capital de Portugal. Ufa!

E as vivências seguiram pelo distrito de Leiria, e continuam. Foram já dois anos, e tenho muito a fazer e conhecer por aqui. Quis partilhar esse marco para motivar a quem pensa não ser possível viver em outro país que não o seu. É possível.

Gratidão por tudo e tanto! Vamos em frente que a vida pede coragem.

#Lisboa#Portugal#Espanha#Europa#viverfora#caminhar#viver#explorar

Autor: Salvador Neto

Jornalista e escritor. Criador e Editor do Palavra Livre, co-fundador da Associação das Letras com sede no Brasil na cidade de Joinville (SC). Foi criador e apresentador de programas de TV e Rádio como Xeque Mate, Hora do Trabalhador entre outros trabalhos na área. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde foi diretor de comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.