Novo vai confirmar chapa pura para a disputa da Prefeitura de Florianópolis

O partido Novo reuniu na última segunda-feira (31), em evento on-line, algumas das principais lideranças da sigla: os deputados federais Marcel Van Hattem e Gilson Marques, o deputado estadual Bruno Souza e o presidente do partido, Eduardo Ribeiro. A sanção aos nomes vai ocorrer na convenção, agendada para o próximo dia 3 de setembro e que será online.  O Novo não terá partidos coligados.

O professor Orlando Silva Neto, pré-candidato à prefeitura de Florianópolis, destacou a importância de discutir o futuro da capital pós-pandemia. “Precisamos ter uma boa administração, temos que discutir o futuro, as pessoas deixaram essa preocupação em função da pandemia, foram seis meses sem pensar no futuro da cidade”. Na pauta, o pré-candidato também abordou sobre o saneamento básico da cidade.

“Florianópolis tem pouco mais de 50% de cobertura de rede de esgoto, o que é inadmissível e não será resolvido com a atual concessionária. Vamos discutir profundamente planejamento urbano, além de buscarmos celeridade na forma de emitir alvarás. Temos que confiar no cidadão para ele empreender, com exceções que envolvem saúde púbica. Os recursos pós-pandemia serão escassos, vamos ter que planejar melhor os investimentos, com menos recurso e com parceria público-privada”.

Para o pré-candidato à vice, Luiz Barboza Neto, afirmou que temos que mudar, tirar mercenários da política e colocar os missionários, conforme o governador Zema tem dito sempre. “Estamos lidando com o esforço de cada cidadão, ele está “pagando” aos governos por meio dos impostos. Temos que simplificar os processos, pois as pessoas não podem perder tempo quando procuram os serviços públicos, tempo é vida”, afirmou. 

Deputados se manifestam
Segundo o deputado federal Gilson Marques (NOVO-SC), o NOVO não precisa da experiência que os políticos tradicionais têm, pois esta tem natureza meramente eleitoral. “O Orlando e o Barboza têm suas carreiras de sucesso na iniciativa privada, levarão isso para a vida pública. São oito deputados no Novo na Câmara, fizemos uma emenda que economizou 500 milhões para o país, pois proibimos a propaganda partidária que estava prevista mesmo antes das eleições”, diz.

Para o deputado federal Marcel Van Hattem (NOVO-RS), deputado federal mais votado do RS, é preciso manter os princípios para sair maior do que entrou na disputa. “O trabalho do NOVO em Brasília está repercutindo em Santa Catarina.  O novo está ganhando espaço, enquanto outros partidos, mesmo usando fundo eleitoral e partidário, perdem espaço e credibilidade. A nossa bancada renúncia recursos desnecessários, que só oneram os cofres públicos”.

Eduardo Ribeiro, presidente nacional do partido, enalteceu o trabalho realizado pelo governador de Minas Gerais Romeu Zema (Partido Novo) em relação à administração responsável do dinheiro público, assim como os deputados. “O novo tem o respeito no legislativo e executivo, por ser comprometido em ser transparentes e seus candidatos têm capacidade intelectual testadas nos nossos processos seletivos”, enfatiza. 

O deputado estadual, Bruno Souza, aprecia o bom trabalho do time. “Essa dupla é inigualável. Barboza (candidato à vice) é muito coração, professor Orlando (candidato à prefeito) sempre foi referência para mim. Eles conseguem identificar o que deu certo em outras cidades, saberão aplicar isso na prática aqui em Florianópolis. A Nossa cidade é focada no “não”, em brecar quem quer empreender”.

Quem são os nomes do Novo à Prefeitura de Florianópolis
Para a disputa a Prefeito o Novo vai com Orlando Silva Neto, 47 anos, é advogado, professor universitário, pesquisador e escritor.  Mestre e Doutor em Direito, construiu a carreira profissional na advocacia, leciona Direito Empresarial, é professor da UFSC, coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Direito Empresarial. Pesquisador convidado do Coase Sandor Institute, da Universidade de Chicago nos EUA. Filiado desde 2015 ao Partido Novo. 

Para vice-Prefeito o nome indicado é Luiz Barboza, médico oftalmologista, empreendedor, tem 68 anos, mora há 40 em Florianópolis. Como médico autônomo, dedica-se principalmente às cirurgias de catarata e refrativas a laser.  Disputou a eleição para deputado federal em 2018. Barboza fundou e é o presidente do Hospital da Visão.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.