PT confirma pré-candidatura do ex-deputado Assis em Joinville

Em encontro virtual que reuniu cerca de 80 pessoas na tarde do sábado, 1º de agosto, o Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou a pré-candidatura de Francisco de Assis à prefeitura de Joinville (SC) e aprovou a indicação de 24 homens e mulheres para a nominata de pré-candidatos e pré-candidatas à vereança. No encontro, realizado excepcionalmente de maneira online por conta da pandemia do novo Coronavírus, o partido também definiu que vai continuar propondo o debate com PCdoB, PDT, PSB e PSOL por uma frente de esquerda, que unifique o campo popular e democrático em Joinville.

“Estou muito feliz e honrado pela decisão do Partido dos Trabalhadores, que confirmou o meu nome como pré-candidato a prefeito de Joinville. Esta é uma pré-candidatura coletiva, construída junto dos trabalhadores e das trabalhadoras de Joinville. E tenho muito orgulho dos homens e das mulheres que estão se apresentando comigo como pré-candidatos e pré-candidatas nesta eleição”, diz Assis, que é gestor público e empresário em Joinville. Francisco de Assis já foi vereador, deputado estadual por dois mandatos e chegou a assumir como deputado federal em 2014, além de ter atuado como Secretário Municipal de Turismo em Itapema e presidido a CONURB em Joinville.

Participaram do encontro eleitoral neste sábado o ex-prefeito de Joinville, Carlito Merss, que coordena o Grupo de Trabalho Eleitoral do PT em Santa Catarina, e o presidente estadual do partido, o ex-deputado Décio Lima, que fez uma análise da conjuntura e levou aos militantes petistas uma palavra de incentivo. Outras lideranças do PT, como a ex-secretária de Saúde de Joinville, a enfermeira Antonia Grigol, também participaram da reunião.

De acordo com Assis, sua prioridade agora é construir coletivamente com a cidade o plano de governo para Joinville. “A pandemia nos fez repensar o plano de governo que estávamos construindo. Por isso, torna-se ainda mais importante ampliar este debate com os diversos setores da sociedade. E vamos priorizar esta construção coletiva e democrática. Precisamos construir junto dos joinvilenses a cidade que queremos viver após a pandemia. Nesta construção, vamos pensar uma Joinville para todos e todas, mas principalmente para os que mais precisam”, defende Assis.

O encontro deste sábado atende a um prazo interno do partido. O PT de Joinville não definiu nomes para a pré-candidatura a vice, acenando para os demais partidos sobre sua disposição em ampliar o debate e construir uma unidade do campo popular e democrático. A nominata de pré-candidatos e pré-candidatas à vereança do PT de Joinville ainda poderá ser preenchida até 13 de setembro, data da convenção eleitoral do partido, definida no encontro deste sábado.

No próximo sábado, 8 de agosto, o PT lançará publicamente a pré-candidatura de Assis, em um evento transmitido ao vivo nas redes e com a participação de lideranças nacionais e estaduais. No dia 12, o partido fará a sua primeira plenária online de construção do plano de governo, com o tema da saúde. O objetivo é ouvir a população sobre os problemas e as propostas para a cidade. Nos próximos dias, o PT de Joinville também lançará uma plataforma online para que os joinvilenses possam registrar suas sugestões para o plano de governo.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.