O jornalismo perde Washington Novaes aos 86 anos

O jornalista Washington Novaes, referência no jornalismo ambiental, morreu na segunda-feira (24), ao 86 anos, em Aparecida de Goiânia (GO). Novaes morreu após passar por uma cirurgia para a retirada de um tumor no intestino. A informação foi confirmada por seu filho, o cineasta Pedro Novaes, ao portal G1.

Em nota, o filho do jornalista escreveu que não apenas a família fica órfã, “mas também o cerrado e a Amazônia, pelos quais ele tanto lutou, e os povos indígenas brasileiros, já tão sofridos, e pelos quais ele se apaixonou décadas atrás”.

Um dos principais jornalistas ambientais da atualidade, André Trigueiro também lamentou a morte de Washington Novaes.

Washington Luís Novaes nasceu em 1934, em Vargem Grande do Sul, São Paulo. O jornalista foi editor do Globo Repórter e do Jornal Nacional.



Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.