Fiesc apresenta demandas de infraestrutura de SC

O presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, recebeu nesta quinta-feira (20) a vice-governadora do estado Daniela Reinehr para detalhar as demandas de infraestrutura prioritárias no âmbito federal até o final do ano, segundo análise da Federação. Acompanhada do secretário de estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, ela definiu os pontos de atenção para tratar em audiência agendada para a próxima semana com o ministro Tarcísio de Freitas. O valor mínimo das principais obras rodoviárias e aquaviárias apontadas pela FIESC soma cerca de R$ 730 milhões, a ser investido pelo governo federal.

Aguiar defendeu concessões, com regras claras em aspectos como sistemas de pedágio e contratos, para solucionar diversos desafios na área de infraestrutura, além de investimentos para ampliar o fornecimento de gás para o estado. “O insumo é fundamental para a indústria de Santa Catarina, que também depende de melhorias em rodovias, portos e aeroportos. Investir aqui é um bom negócio e uma indústria forte depende de um estado fortalecido”, destacou. O presidente da FIESC reforçou ainda pedido de apoio ao Programa BR do Mar, de estímulo à cabotagem, tornando-a uma alternativa logística às rodovias e ferrovias brasileiras.

Entre as prioridades do modal rodoviário estão a solução aos entraves do início das obras pendentes do Contorno Viário de Florianópolis, embargado pelo Tribunal de Contas da União, e adicionar obras dos contornos nos segmentos de Joinville e entre Penha e Itapema; a regulamentação para utilização do sistema de pesagem em movimento; e a regulamentação do pedágio por quilômetro rodado no país (free flow).

Já entre as demandas aquaviárias, destaque para a segunda etapa da nova bacia de evolução e canal de acesso ao Complexo Portuário do Rio Itajaí para atender navios de 400 metros de comprimento. A Federação também chamou a atenção para o planejamento do complexo ferroviário catarinense em concepção intermodal, considerando a infraestrutura atual e planejada.

A vice-governadora concorda que concessões podem agilizar a solução de diversos gargalos e afirmou que o conselho de infraestrutura liderado pela FIESC é o mais diversificado e reúne diversas entidades ligadas ao tema. “Essa é uma grande oportunidade para juntar esforços e caminhar na mesma direção. Queremos uma força-tarefa, com o apoio da FIESC, para fortalecer essa comunicação com o governo federal e partir para a execução”, frisou. No encontro, o secretário Thiago Vieira afirmou que o governo do estado revitalizará os principais corredores logísticos do estado e estima que, até agosto de 2021, serão investidos R$ 27 milhões nesta ação.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.