Estudantes da rede municipal de Florianópolis ganham medalhas em desafio internacional

A Escola Básica Municipal de Florianópolis José Jacinto Cardoso, localizada na comunidade da Serrinha, foi premiada com medalhas de prata e bronze no “Desafio Latinoamericano Emprenday”, organizado pela Sociedade Latinoamericana de Ciência e Tecnologia- Solacyt, com sede no México.
Estabelecimentos de ensino de 10 países produziram trabalhos em torno do temas Ciência,Tecnologia, Quarentena e Coronavírus”.

Dentro desses temas, era possível escolher uma entre sete categorias de participação: animação, artigo científico, ciências aplicadas, conto científico, habilidades lógicas, pôster temático e programação.

A categoria escolhida de três estudantes da escola municipal da capital catarinense foi “Conto Científico”. A garotada decidiu falar um pouco sobre como eles estão passando esses dias de quarentena devido à pandemia do Coronavírus e quais são suas expectativas para o futuro.
Nycolas Castelani Batista, do quarto ano, e Saywa Aza Bejarano, do quinto ano, optaram pelo formato história em quadrinhos, enquanto Nathalia Trindade Ribeiro, também do quinto ano, escreveu um poema. O colombiano Saywa redigiu o texto em espanhol. Os demais, em português.

A premiação consiste no certificado digital de medalhista, uma bolsa de estudos para um curso na área de tecnologia oferecido pela empresa Solidworks e a possibilidade de publicação do trabalho em revista internacional. Os trabalhos foram realizados na casa dos estudantes e orientados via plataformas digitais pelas professoras Vanessa de Oliveira, de espanhol, e Giselle Medeiros , de tecnologia educacional.

“Salientamos que os pais e mães desses estudantes foram fundamentais em todo o processo, nos auxiliando no cadastro, no envio dos projetos e motivando seus filhos a participarem”, frisou Vanessa de Oliveira.
Receberam menção honrosa os estudantes Gabriel Souza, Gabriela do Nascimento, Isabela Leandro, Jhemily Hawane, Maria Eduarda Coelho, Rafael Duarte, Rayssa Silva, Sthefany Ribeiro e Thiago Ruan de Souza.
A professora Giselle Medeiros salienta que “esses estudantes igualmente enviaram excelentes trabalhos para esse desafio”.

Segundo Vanessa de Oliveira , as professoras regentes das turmas também foram fundamentais na empreitada, tanto no contato com as famílias dos estudantes, quanto no incentivo à participação de todos. O desafio, patrocinado pela iniciativa privada, reuniu escolas da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Perú e Estados Unidos. A competição contou com 1072 participantes inscritos em 874 projetos nas mais diversas categorias.

Conforme o secretário de Educação de Florianópolis, Maurício Fernandes Pereira, o estímulo aos estudantes em participações de eventos como o Solacyt é uma das marcas da rede municipal de ensino. “Parabéns aos nossos estudantes, familiares e equipe da Escola José Jacinto pelo resultado”.

Nathalia Trindade Ribeiro
Saywa Aza Bejarano
Nycolas Castelani Batista

MEDALHA DE PRATA
Saywa Aza Bejarano – Categoria – Conto científico /Quadrinhos: “ La Quarentena” ( Turma 52)

Nycolas Castelani Batista –Categoria – Conto científico /Quadrinhos: “Quarentena” ( Turma 42)

MEDALHA DE BRONZE
Nathalia Trindade Ribeiro – Categoria – Conto científico /Poema: “Quarentena” ( Turma 51)

Poema de Nathalia Trindade Ribeiro

Eu temo o coronavírus
E zelo por minha vida
Mas tenho medo de tiros
E também de bala perdida
A nossa fé é vacina
O professor que me ensina
É a minha própria lida

Assombra-me a pandemia
Que agora domina o mundo
Mas tenho uma garantia
Não sou nenhum vagabundo
Porque todo cidadão
Merece mais atenção
O sentimento é profundo

Eu não queria essa praga
Que não é mais do Egito
Não quero que ela traga
O mal que sempre evito
Os males não são eternos
Pois os recursos modernos
Estão aí – acredito

O que vale é o ser humano
E sua dignidade
Vivemos num mundo insano
Queremos só liberdade!

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.