Em Joinville (SC), pré-candidato dá “recomendações” ao prefeito Udo Döhler

Considerações, e depois, recomendações. Nesta ordem, o empresário da construção civil e pré-candidato pelo Podemos a Prefeito de Joinville (SC), Ivandro de Souza, apresentou em vídeo no Facebook e demais redes sociais as críticas sobre a inacabável obra do Rio Mathias que corta o centro da maior cidade do Estado. O problema é tão grande que até empresários que ajudaram o atual prefeito Udo Döhler (MDB) a conquistar as duas eleições (2012 e 2016) não aguentam mais a situação de abandono do centro onde as obras deixaram rastro de destruição que já dura seis longos anos. Até passeata teve esta semana pelas ruas centrais com direito a apitaço, buzinas e cartazes contra Udo, deputados e vereadores. O Palavra Livre publicou, leia aqui.

O pré-candidato gravou o vídeo falando sobre as “recomendações” em meio às famigeradas obras inacabáveis do rio Mathias, centro de Joinville

Ivandro já foi secretário de Habitação do município na gestão do falecido ex-prefeito Marco Tebaldi. Na corrida eleitoral que chega, tem investido em presença nas redes sociais com lives e vídeos sobre temas da cidade. Com esta “lição” ao Prefeito que deseja fazer o seu sucessor, o pré-candidato do Podemos busca apontar as fragilidades da gestão emedebista na cidade e se posicionar. As eleições serão em novembro, e as campanhas terão que ser muito mais criativas diante das dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus. O Podemos busca construir uma frente de partidos para a disputa.

Segue a nota enviada pelo Podemos e o pré-candidato ao Palavra Livre:

“OBRA DO RIO MATHIAS
NOTA PÚBLICA DE RECOMENDAÇÃO AO
PREFEITO DE JOINVILLE

Considerando:
• Que as obras iniciaram em 2014 com prazo de execução de dois anos e se estendem até o momento sem uma perspectiva de finalização;
• Que o Ministério Público Federal se pronunciou sobre o cancelamento do contrato com o consórcio de empreiteiras já em 2018;
• Que o Ministério Público de Santa Catarina voltou a cobrar informações sobre o andamento dos processos administrativos e eventuais punições pelos atrasos nas obras do rio Mathias;
• Que foi aberto Inquérito civil em abril de 2020 pela 13ª Promotoria de Justiça de Joinville;
• Que o Secretário de Obras da Prefeitura de Joinville, Eng. Romualdo França, se manifestou favorável ao cancelamento do mesmo contrato em 2018 e voltou a mesma recomendação nesta semana, atribuindo a responsabilidade da continuidade das obras a uma decisão unilateral e pessoal do prefeito Udo Döhler;
• Que cinco vereadores da cidade estão há mais de ano, em mobilização para abertura de uma CPI para investigar diversas irregularidades nas obras;
• Que os prejuízos causados aos comerciantes e moradores atingidos pelas obras são incalculáveis;
• Que os transtornos causados a mobilidade urbana nas vias atingidas pelas obras são evidentes;
• Que também é evidente a falta de acordo e entendimento entre a Prefeitura Municipal de Joinville e o consórcio de empreiteiras responsável pelas obras;
• E por fim, considerando o clamor público para uma solução a toda esta insustentável situação é que:

Recomendo ao Exmo. Sr. Prefeito Udo Döhler:
• A imediata contratação de um laudo técnico da obra, a ser realizado por uma empresa de engenharia especializada e independente. Para, com base nas orientações deste laudo, tomar as decisões técnicas adequadas e necessárias à conclusão da obra;
• Devolver aos joinvilenses, no prazo de 45 dias, as ruas, calçadas e praças afetadas pelas obras, em perfeitas condições de uso; bem como desativar os canteiros de obras, retirar os tapumes, tampar os buracos, recapear as vias atingidas e recompor a iluminação pública, propiciando mobilidade e segurança aos cidadãos. Enquanto a cidade aguarda a contratação, o desenvolvimento e a conclusão do laudo técnico, mantém-se estas condições;
• Criar mecanismos legais para indenizar as empresas, lojistas e moradores, amenizando os prejuízos causados pelas obras;
• Manter total transparência e comunicação oficial periódica à população, que permita acompanhar o andamento da obra, que é de interesse de toda sociedade joinvilense.

Ivandro de Souza
Construtor e Pré-candidato à prefeito de Joinville”

As dicas que estão no texto são interessantes para que o problema seja resolvido na região, que vê empreendimentos fechados e fechando, gerando desemprego, falências e insegurança para a população. O vídeo você pode assistir clicando aqui.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.