Florianópolis – Transporte Coletivo volta dia 17/6 na capital com check-in

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde e de Mobilidade e Planejamento Urbano informa que mais de 6 mil pessoas já fizeram o cadastro na plataforma de check-in para registro via QRCODE da utilização do transporte coletivo. Os ônibus voltam a circular na Capital dia 17 de junho.

A ação torna possível fazer o monitoramento de quem está utilizando os serviços e se preciso, fazer a testagem dos passageiros caso haja casos confirmados e segundo a orientação da Vigilância Epidemiológica.
Os cadastros, são voluntários e devem ser feitos antecipadamente pelo link: covidometrofloripa.com.br/qrcode, com e-mail, telefone, e outros dados pessoais para identificação dos passageiros.

O registro é anônimo e essa identificação será feira por meio de códigos. 
A plataforma WEB é uma solução tecnológica desenvolvida por uma startup de Florianópolis, a Smart Tour.  A solução foi vice-campeã das Américas em um Challenge Global e selecionada pela ONU, OMS e OMT, como TOP 10 mundial no combate ao COVID-19 entre 1183 soluções de 120 países.

Para a volta a circulação do transporte coletivo na capital várias medidas estão sendo preparadas. Apenas 40% da lotação será permitida, haverão horários diferenciados e fiscalização online por câmeras existentes nos ônibus. Higienização com alcool gel será permanente, uso de máscaras obrigatório também.

Parado há quase três meses devido à pandemia do novo coronavírus, o transporte coletivo será retomado em Florianópolis em uma semana, no próximo dia 17. Em princípio, o serviço funcionará em fase de teste durante o período de atá 14 dias, de acordo com a Prefeitura da Capital, que determinou novas regras para a utilização dos veículos, definidas pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde.

Nesta primeira etapa do retorno, os ônibus vão circular pela cidade apenas de segunda a sexta-feira e não poderão exceder a ocupação de 40% por veículo, segundo informações do município. O cartão estudante estudante não será aceito, informa a Secretaria Municipal de Mobilidade, já que as aulas permanecem suspensas na cidade. Com as medidas, a prefeitura espera reduzir significativamente a demanda pelo transporte coletivo e focar no serviço somente para quem realmente precisa para o trabalho ou emergências.

Cuidados
Todos os ônibus da Capital que estarão em circulação a partir do dia 17 de junho terão um dispenser de álcool gel e não aceitarão pagamento em dinheiro dentro do veículo.

A Prefeitura de Florianópolis explica que o consórcio responsável pelo transporte na cidade venderá cartões pré-pagos nos terminais e por telefone, com envio por delivery.

Mais de 6.000 pessoas já fizeram o cadastro na plataforma de check-in para registro via QR Code da utilização do transporte coletivo na cidade – PMF

Os veículos também passarão por sistema especial de higienização ao longo do dia, de acordo com a Prefeitura de Florianópolis. O uso de máscara será obrigatório dentro do ônibus, nos terminais e nos pontos de parada. Por isso, lanchonetes e alimentação nessas dependências não serão permitidas. Como todos os veículos têm câmeras, a fiscalização da Prefeitura de Florianópolis será rigorosa na exigência da máscara e da ocupação adequada dos ônibus.

Além da redução de procura pelo serviço, a Prefeitura, em conjunto com entidades do setor produtivo, dividiu a abertura e fechamento das empresas e entidades em oito grupos para evitar que se tenha horários de pico. O prefeito Gean Loureiro (DEM) afirma que as medidas poderão ser revogadas caso a população não siga as orientações.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.