No Fio da Palavra #4

Uma semana quente e cheia de notícias, só pode dar um Fio da Palavra também cheio de notas dos bastidores políticos e outros. Confira:

Governador finalmente vai conhecer SC
Em meio às denúncias que envolvem profundamente o seu Governo, Carlos Moisés resolveu sair por Santa Catarina. Esteve em Joinville, Chapecó, uma mudança de atitude importante. Não se governa sentado na Agronômica.

Novas cabeças
Com a saída forçada de dois de seus fiéis escudeiros, Douglas Borba, ex-secretário poderoso da Casa Civil, e Helton Zeferino, da Saúde, ambos derrubados pelo caso dos respiradores de R$ 33 milhões, o Governador teve que recorrer a novas cabeças. Cabeças mais arejadas para poder respirar melhor.

Nova rota
É perceptível a nova atitude do Governador. O novo chefe da Casa Civil, Amandio João da Silva, e o novo Secretário da Comunicação, Gonzalo Pereira, tentam dar uma guinada a um Governo que parecia em queda livre. Melhorou um pouco o diálogo, mas falta muito ainda para ficar regular.

Martinelli nega
O presidente da Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), João Martinelli, nega que vá compor o Governo de Carlos Moisés no lugar do também joinvilense Derian Campos, que é Secretário da Articulação Internacional. Por meio de sua assessoria, o empresário foi taxativo. “Não há a menor possibilidade”.

Já o Porto de SFS…
Já quanto a indicação de nomes por meio da ACIJ para o novo comando do Porto de São Francisco do Sul, bom isso é possível. Lá também denúncias de superfaturamento, e outras, derrubaram diretores. A pandemia tem colocado o Governo do Estado na UTI da política.

Derian candidato?
O Secretário de Estado da Articulação Internacional, Derian Campos, ainda pode se colocar como o nome do PSL para a disputa a Prefeitura de Joinville. Senta com o Governador Moisés na segunda-feira (1/6) para decidir se fica na Secretaria ou sai para estar apto a disputa.

Um conto sem fim?
O PSL em Joinville fez coisa, como diriam os manezinhos. Tinha Derian como pré-candidato. Aí convidaram o advogado Rodrigo Bornholdt, que deixou o PDT e afirmou ser o candidato do partido a Prefeitura. Durou uma chuva de verão. Declinou e aí chegou Dalmo Claro, ex-MDB, uma surpresa, e para ser o nome do PSL. Agora volta Derian ao conto, digo ao jogo. Será que no final viram somente vice de alguém?

Udo + Krelling + Moisés
Tudo isso surgiu em meio a visita do Governador a Joinville. Dizem que houve encontro a sós, que lideranças foram barradas, etc. E que Moisés teria ofertado a Udo o PSL como vice do deputado Fernando Krelling (MDB), pré-candidato do Prefeito. Parece que é fake news. Ou não?

Jessé cassado?
Indigno de um deputado estadual, representante eleito dos catarinenses, o ato de Jessé Lopes, ainda filiado ao PSL do Governador Moisés, ao divulgar em seu twitter um fake news sobre um suposto filho do Governador com uma secretária, atravessou a linha vermelha. Será processado e terá que se defender na Comissão de Ética da Assembleia, já que há pedido de sua cassação por parte da líder do Governo, deputada Paulinha (PDT).

Acabou
Este jeito da tal “nova política” de atacar, produzir ódio, confusão, distribuir farto preconceito, tem de acabar. Civilidade é o que precisamos. Deputados e todos os representantes eleitos em qualquer nível existem para fiscalizar, criar bons projetos, debater os temas de interesse público, engrandecer a cidade, o estado e o país onde vivem. Realmente basta deste nível de política.

Defesa da democracia
O presidente Bolsonaro não gostou de ver seus adeptos serem encurralados pela investigação do STF sobre as fake news e ataques aos Ministros. Sorriu um dia antes com a PF entrando na residência oficial do Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e parabenizou a ação, e no outro, berrou contra a PF e STF quando a mesma PF fez busca e apreensão nas casas de seus apoiadores. Pois é, pau que bate em Chico, bate também em Francisco.

Enquanto isso…
Morrem mais de mil brasileiros ao dia vítimas do coronavírus, ou Covid-19. O Brasil está sem governo, não há liderança diante desta crise, pois o Presidente e alguns ministros se dedicam, o primeiro a somente defender seus filhos envolvidos até o pescoço em ilegalidades, e os demais a brincar de administrar. Isso também tem de acabar. Salvar vidas é prioridade total.

A gripezinha segue crescendo
Bolsonaro dizia que o coronavírus era apenas uma gripezinha, iriam morrer uns 200. Já ultrapassamos os 25 mil mortos. Nenhuma condolência aos brasileiros que perderam os seus, nenhum plano para manter as pessoas em casa e recebendo renda para sua sobrevivência até que tudo passe, nem um plano para a retomada do crescimento econômico. Há quem ainda apoie esse desgoverno.

Congresso e Alesc surpreendem
Difamados por um esquadrão de robôs comandados por uma rede de apoiadores do bolsonarismo, e também pela população, deputados e senadores tem demonstrado um trabalho acima da média e tem salvador o país de problemas ainda maiores por causa do Covid-19. De forma remota, analisam e aprovam ou não, projetos, agilizam medidas, negam propostas do Governo que prejudicam o povo. Estão trabalhando, e por isso, devem ser reconhecidos.

Ausente
Todos os prefeitos de SC buscam fazer o melhor por seus municípios. Alguns se equivocam, outros acertam, mas estão presentes. Udo Döhler (MDB) foi vaiado esta semana no evento com o governador. É acusado de sumir durante a pandemia, os joinvilenses não perdoam. A última dele foi falar que é melhor que todos os cidadãos peguem o Covid-19 para ter “anticorpos”. Infeliz e inoportuna fala, não perdoada pela população. Tá explicada a enorme rejeição ao seu Governo de oito anos.

Presente
Já o prefeito da Capital, Gean Loureiro (DEM), se notabiliza por endurecer as restrições para a prevenção à pandemia. Com alguns recuos, na média o Prefeito de Florianópolis se comunica bem via redes sociais, imprensa, e está nas ruas acompanhando a equipe e decidindo, mesmo com grande pressão dos empresários para volta ao normal. Tem sido reconhecido pela população. Reeleição fica mais fácil caso não seja atingido pela Chabu.

Depoimentos CPI dos Respiradores
Previstos para esta semana e adiados devido ao fechamento da Assembleia Legislativa devido a contaminação de funcionários no Palácio Barriga Verde, os depoimentos dos ex-secretários do governo Carlos Moisés, Helton Zeferino (Saúde) e Douglas Borba (Casa Civil), tem tudo para colocar mais fogo na fogueira que queima e chega próximo ao Governador. A oposição tenta colocar o grave erro da compra de R$ 33 milhões no colo de Moisés. Conseguirá?

O que você tem a ver com a corrupção?
O CEAP Brasil – Centro de Estudos da Administração Pública promove uma Webinar Série – “O que você tem a ver com a corrupção?”, no que deve ser, segundo seus organizadores, o “maior debate sobre o fenômeno da corrupção no Brasil”. Você deve participar, é gratuito e online. Começa na segunda-feira (1/6) às 18 horas. Link para o evento é só clicar aqui.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.