MPSC e o povo quer saber porque agora colocar R$ 7,6 milhões na Ponte Hercílio Luz

O Ministério Público de Santa Catarina instaurou inquérito civil para investigar a contratação de serviço para obra de iluminação decorativa da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, em meio à pandemia de coronavírus. O valor do serviço está orçado em R$ 7,6 milhões e a empresa vencedora já iniciou os trabalhos.

No inquérito instaurado na segunda-feira (6) pela promotora Darci Blatt, diz que ocorreram denúncias sobre o fato. Em um trecho do documento, ao qual o nd+ teve acesso, a promotora afirma que “a revolta da população é deveras compreensível, pois estamos em um momento de severa instabilidade econômica, em todos os âmbitos”.

Após reportagem do nd+ publicada no dia 3 de abril dando conta do início das obras, lideranças do Estado se posicionaram e criticaram a decisão de investir o valor na obra em meio à crise econômica. Segundo o próprio governo, Santa Catarina precisará de R$ 1,3 bilhão para combater a doença que já matou mais de 53 mil pessoas no mundo

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.