Prefeito se defende e diz que cortes de residentes não vai afetar a saúde em Joinville (SC)

PalavraLivre-udo-dohler-prefeito-joinville-corte-medicos-sao-joseO prefeito de Joinville, Udo Döhler convocou uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (8), na própria Prefeitura. O assunto foi os atendimentos realizados pelos médicos residentes no Hospital Municipal São José que, segundo ele não serão prejudicados na unidade.

Na semana passada, a Prefeitura de Joinville informou que foi suspensa temporariamente a matrícula de 38 residentes do primeiro ano (R1) da Residência Médica e Residência Odontológica do Hospital Municipal São José. A medida foi tomada para proporcionar uma redução de custos no valor de cerca de R$ 1,3 milhão no ano.

A estrutura de atendimento desse quadro será mantida com outros 18 residentes (R1), que têm seus vencimentos custeados diretamente pelo Ministério da Educação, conforme diz a Prefeitura.

Os residentes “R2” e “R3”, continuarão a atuar e a estudar na unidade hospitalar, assim como os médicos do corpo clínico que continuarão a atender os pacientes. A medida tem caráter emergencial e não é definitiva.

“O serviço de residência não será extinto. Não teremos prejuízos no atendimento porque temos um corpo clínico de médicos que continuará prestando os serviços à população, além dos demais residentes existentes”, ressaltou o prefeito Udo Döhler.

O prefeito explicou ainda que em 2012 o Hospital Municipal São José perdeu o credenciamento como hospital escola pelo Governo Federal. Por isso teve redução de repasses para manter parte da estrutura dos residentes.

Com informações da PMJ e fontes

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.