Governo de SC quer mudar o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher

O governador Raimundo Colombo enviou projeto de lei para a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina que estabelece um novo Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim-SC), revogando a lei que cria o anterior. O objetivo da proposta é modernizar o conselho atual.

O Cedim-SC, órgão colegiado, de caráter permanente, deliberativo e consultivo, está vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST).

As competências do conselho são formular diretrizes e políticas públicas que visem assegurar os direitos da mulher, considerando a igualdade e equidade de gênero, bem como fomentar a inclusão da população feminina nas atividades políticas, econômicas, sociais e culturais.

Segundo a proposta, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher será composto por 24 integrantes titulares e igual número de suplentes, sendo 12 representantes governamentais e 12 representantes de entidades não governamentais. A presidente será eleita após a formação do conselho.

Da Ascom/Governo de SC

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.