Greve à vista? Conselheiros dos servidores municipais de Joinville (SC) indicam rejeição da proposta da Prefeitura

O Conselho de Representantes por Local de Trabalho dos servidores de Joinville reuniu-se na segunda-feira (18/5). Por unanimidade, a resposta da Prefeitura à Pauta de Reivindicações da categoria foi considerada absurda e inaceitável.

Após quatro reuniões de negociação, o prefeito Udo Döhler anunciou na tarde de ontem que pretende conceder o reajuste da inflação, de 8,34%, divididos em oito vezes, nas folhas de pagamento de maio a dezembro. Uma nova reunião entre sindicato e governo foi agendada para a manhã de 28 de maio.

Além deste item, ele apresentou apenas mais quatro propostas, que o Sinsej ainda não havia divulgado em seus meios de comunicação porque aguardava o envio de um documento oficial pela Prefeitura, o que até o momento não aconteceu:

1. Dispensa do registro do ponto biométrico na intrajornada dos Agentes Comunitários de Saúde – reivindicação específica do setor, que não constava na Pauta de Reivindicações da categoria.

2. Extensão da gratificação de alta complexidade ao setor de oncologia do Hospital Municipal São José – o item 9 das cláusulas econômicas da Pauta pedia a extensão a todos os servidores do hospital.

3. Fim da hora-termo no Magistério – reivindicação acordada em campanha salarial anterior que ainda não foi atendida pela Prefeitura.

4. Regulamentação do gozo da licença-prêmio em até seis meses após o requerimento – reivindicação acordada em campanha salarial anterior que ainda não foi atendida pela Prefeitura.

Orientação do Conselho
Os representantes da categoria sugerem aos servidores a rejeição da proposta da Prefeitura e a deflagração de Estado de Greve. Além disso, propõem a realização de uma nova assembleia no dia 29 de maio, às 9 horas, em frente à Prefeitura, para avaliação de uma possível nova proposta, que poderá ser apresentada pelo governo na reunião do dia 28.

A decisão final da categoria sobre a resposta da Prefeitura e os próximos passos da Campanha Salarial será definida na assembleia desta quarta-feira (20/5). Todos os servidores foram convidados a estarem presentes, na Câmara de Vereadores, às 19 horas.

Da Ass. Imprensa do Sinsej

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.