Samsung contra ataca Nvidia com processo sobre patentes de chips

Samsung Electronics acusou a Nvidia de infringir várias de suas patentes relacionadas a chips e de fazer alegações falsas sobre seus produtos, abrindo processo contra a Nvidia depois de esta ter entrado com uma ação contra a companhia sul-coreana em setembro.

Samsung, que entrou com o processo em um tribunal federal nos Estados Unidos em 4 de novembro, busca indenizações por violação deliberada de várias patentes técnicas, incluindo algumas que direcionam a forma como semicondutores armazenam e usam dados.

Maior fabricante de smartphones do mundo, a empresa sul-coreana também acusa a Nvidia de fazer publicidade enganosa ao alegar que seu tablet “Shield” tem o processador móvel mais rápido do mundo, o Tegra. A Samsung cita estudos comparativos feitos por pesquisadores da Primate Labs como provas de que a alegação é falsa.

– Estamos perseguindo as medidas legais necessárias para defender nossos direitos de propriedade intelectual e para assegurar a continuidade de nosso crescimento na indústria de Tecnologia da Informação – disse a Samsung Electronics em um comunicado por email.

O processo da Samsung surge após a Nvidia ter acusado a companhia asiática e a rival Qualcomm de terem infringido patentes sobre suas unidades de processamento de gráficos (GPUs, na sigla em inglês).

A Nvidia disputa com a Qualcomm o negócio de fornecimento de chips para smartphones e tablets. A fabricante de chips norte-americana disse em setembro que a Qualcomm e a Samsung usaram tecnologias patenteadas pela Nvidia sem licença nos dispositivos móveis da Samsung, incluindo os recém-lançados Galaxy Note 4 e Galaxy Note Edge.

Yahoo
Ao menos dois dos 10 maiores acionistas do Yahoo estão tão infelizes com os esforços de reestruturação da presidente-executiva, Marissa Mayer, que decidiram fazer um apelo direto ao presidente-executivo da AOL, Tim Armstrong, para que ele explore uma fusão e administre a companhia combinada.

A jogada segue uma campanha do fundo de hedge Starboard Value LP, que está incentivando o Yahoo a ponderar um acordo com a AOL e destravar as valiosas participações do Yahoo em companhias asiáticas de Internet.

Armstrong tem sido receptivo a esses acionistas do Yahoo e reconheceu os potenciais benefícios de um acordo, disseram os investidores do Yahoo.

No entanto, ele minimizou a possibilidade de uma transação, segundo os investidores e duas fontes próximas à AOL. Não existem conversas entre as duas companhias e Armstrong indicou que ele apenas consideraria um acordo amigável, disseram os investidores.

Yahoo e AOL não quiseram comentar. A fatia total detida pelos acionistas do Yahoo que acenaram para Armstrong não pôde ser determinada.

Com informações do Correio do Brasil

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.