Pronatec: Fundamas, de Joinville (SC), vai oferecer cursos do programa a partir de 2015

A partir do primeiro semestre de 2015, a Fundação Albano Schmidt (Fundamas) passará a ofertar mais de 60 opções de cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), uma iniciativa do governo federal que completou três anos de existência em outubro.

Com este aval do Ministério da Educação (MEC), a Fundação poderá pactuar vagas com os demandantes já credenciados e receber diretamente recursos para o custeio das turmas. A alteração na lei 12.513/2011, em 2013, ampliou beneficiários e ofertantes do Pronatec.

De olho na possibilidade de incorporar a Fundamas, o diretor-presidente Gilberto Leal participou de reunião em Brasília, no início de novembro, e oficializou o credenciamento. “Agora poderemos aumentar nossa oferta de cursos e qualificar ainda mais os alunos. Vamos fornecer, gratuitamente, material didático, transporte, lanche e uniforme dentro desta modalidade de ensino”, anunciou.

Só nos primeiros seis meses de 2015, estarão disponíveis 3.975 vagas de qualificação profissional à população. Na última sexta-feira (7), os demandantes de cursos do Pronatec em Joinville se reuniram no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), sob coordenação da Fundamas.

Foram debatidos assuntos como educação profissional no município, aspectos gerais do programa, a realização do planejamento semestral entre os ofertantes e as diversas áreas a serem atendidas.

O objetivo principal do Pronatec é estimular a qualificação profissional, aumentando a empregabilidade e facilitando o acesso ao emprego, de acordo com a demanda do mercado de trabalho. Os cursos técnicos profissionalizantes e de qualificação profissional, com recursos do Pronatec, são oferecidos por meio da Universidade do Trabalhador (Unit) em Joinville. A Unit é gerenciada pela Fundamas e foi criada no final de 2013 por meio de decreto municipal.

As vagas e os tipos de cursos são acordados por um comitê gestor, formado pela Secretaria de Assistência Social, a Secretaria de Educação, a Fundação Cultural, o Cepat, o INSS e o SINE. Entre as entidades ofertantes estão Fundamas, IFSC, Senai, Senac, UniSociesc, UFSC e Sest/Senat.

É dada prioridade a estudantes da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos, trabalhadores, beneficiários titulares e dependentes dos programas federais de transferência de renda, adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas e pessoas com deficiência.

A Fundamas fica na rua Monsenhor Gercino, 1.040, bairro Itaum. O contato é o 3489-7900, das 8 às 22 horas.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.