Servidores impedem votação de projetos na Câmara

Francine Helmann_2Nenhum projeto foi votado na Câmara de Vereadores de Joinville hoje (2/6). A situação foi resultado da pressão que os servidores em greve exerceram sobre o Legislativo. A pedido dos trabalhadores, os vereadores Adilson Mariano e Maycon Cesar protocolaram um requerimento de encerramento da sessão. Após longo e acalorado debate e já próximo às 19 horas, todos os parlamentares presentes votaram, nominalmente, a favor da proposição.

“Com isso, só aumenta a responsabilidade do prefeito Udo Döhler em apresentar uma proposta que possa pôr fim à greve”, explicou o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter. Amanhã, os grevistas destinam o dia para percorrer os locais de trabalho, convidando mais servidores a integrarem o movimento. Às 17 horas, eles encontram-se novamente na Câmara de Vereadores.

Fonte: Sinsej.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.