Conheça o homem que ganha R$ 750 mil por mês jogando videogame

homemQuanto dinheiro você gostaria de ganhar jogando videogame? Não se surpreenda se seu desejo for mais modesto que o salário real deste sueco. Com apenas 24 anos, Felix Kjellberg fatura nada menos que US$ 4 milhões por ano, o que equivale a um salário mensal de R$ 749,3 mil.

Felix consegue isso através do sistema de publicidades do YouTube, onde ele hospeda vídeos de si mesmo jogando enquanto se comunica com os internautas. Lá ele é mais conhecido como PewDiePie e conta com uma audiência superior a 27 milhões de pessoas.

O youtuber deu uma rara entrevista ao Wall Street Journal, explicando que o sucesso vem de seu método de trabalho: os reviews que “Pewds”, como também é chamado, faz não são nada tradicionais. Durante o jogo, ele segue a opinião da audiência e se comporta de maneira estranha, se contorcendo, xingando e gritando.

E as pessoas gostam. Para se ter uma ideia, foi graças a um vídeo feito no começo do ano chamado “Flappy Bird, não jogue este game”, que o título decolou a ponto de ser tirado do ar por seu próprio criador, que o considerou viciante demais.

Suas críticas, positivas ou negativas, ajudam a inflar os resultados das produtoras e desenvolvedoras de jogos; incluindo as independentes, com jogos que talvez nunca cheguem ao público tradicional – caso de Goat Simulator.

Embora o canal de Felix tenha apenas cinco anos, desde dezembro de 2012 ele é o mais importante cliente da Maker Studios, produtora online vendida para a Disney no começo de 2014 por algo em torno de US$ 1 bilhão. É o trabalho deles que ajuda a multiplicar os ganhos de Felix.

Do Olhar Digital.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.