Dono da Escola Base morre vítima de infarto

escola-baseVítima, pela segunda vez, de infarto, Icushiro Shimada morreu no último mês. Dono da Escola Base, localizada em São Paulo, ele e outras seis pessoas, incluindo sua mulher, Maria Aparecida Shimada, foram acusadas de pedofilia, caso que ganhou espaço em jornais, rádios e televisões do país inteiro. Um mês depois, as investigações mostraram que os envolvidos eram inocentes e que tudo não se passava de uma série de erros.

Neste ano, o Caso Escola Base completou 20 anos. À época, os seis acusados de abuso sexual às crianças durante o horário de aula foram ameaçados e tiveram suas casas depredadas. A escola também foi destruída. O delegado que cuidava do caso, mesmo sem provas, chegou a determinar a prisão dos envolvidos.

A imprensa cobriu o caso durante dias e embarcou no erro. De acordo com o advogado Kalil Rocha Abdalla, que confirmou a morte de Icushiro, diversos processos por perdas e danos foram abertos. Alguns veículos de comunicação foram condenados, mas o dono da escola ainda aguardava o pagamento de algumas indenizações. Em 2007, Maria Aparecida morreu vítima de câncer.

Do Portal Comunique-se.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.