14ª Bandoneon Fest anima Joinville no próximo domingo Joinville


festEvento acontece na Sociedade Rio da Prata, em Pirabeiraba

No próximo domingo (18/5), o som contagiante dos bandoneons – tradicional instrumento trazido pelos imigrantes alemães – vai animar Joinville na 14ª Bandoneon Fest. A festa tem apoio da Prefeitura de Joinville, através da Fundação Cultura e Fundação Turística.

O evento será realizado na Sociedade Rio da Prata, em Pirabeiraba e, neste ano, a festa está entre as cem cidades selecionadas, no mundo para homenagear o centenário do músico argentino AníbalTroilo, diretor de orquestra, compositor e bandoneonista.

Para celebrar a data especial, a programação começa cedo. A partir das 8h30m, iniciam as apresentações inéditascom mais de cem músicos e show de tango com artistas internacionais, o teatro do Bubi e o Jacob e a presença

da Banda do 62º Batalhão de Infantaria.

A partir do meio-dia será servido um almoço típico alemão, com serviço de buffet. Para quem preferir haverá opção de churrasco com acompanhamentos.

Às 14 horas acontece a tarde dançante. Para animar o público, muita música ao som de cinco bandas típicas alemãs. A festa também tem feira com artesanato, produtos e quitutes coloniais.

A entrada para a 14ª Bandoneon Fest custa R$15. Idosos a partir dos 60 anos pagam R$ 7,50. Crianças até dez anos não pagam.

Serviço:

14a Bandoneon Fest

Horário: das 8:30 às 18 horas

Local: Sociedade Rio da Prata – Rodovia SC 418 – Km 7 (Estrada Dona Francisca) – Pirabeiraba.

Ingressos: R$15, valor normal; R$7,50, para maiores de 60 anos; crianças até 10 anos não pagam.

Informações: www.bandoneonfest.com <http://www.bandoneonfest.com/>
 

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.