Alemanha intercepta cocaína endereçada ao Vaticano

cocaina(1)A Alfândega da Alemanha apreendeu um pacote contendo 340 gramas de cocaína acondicionada em 14 camisinhas que era endereçado ao Vaticano. A apreensão aconteceu em janeiro, disse o jornal alemão Bild am Sonntag. O pacote foi enviado de um país sul-americano não identificado.

Segundo o jornal, o pacote com a droga, avaliada em 40 mil euros, foi encontrado em janeiro por oficiais da Alfândega alemã no aeroporto internacional de Leipzig. As camisinhas com a cocaína estavam dentro de um carregamento de almofadas que estava endereçado apenas ao Correio Geral do Vaticano – o que significa que qualquer um dos cerca de 800 residentes do Vaticano poderia retirá-lo.

As polícias da Alemanha e do Vaticano montaram uma armadilha, permitindo que o pacote ficasse à disposição de quem fosse buscá-lo. Mas ninguém apareceu, o que indica que o destinatário ou destinatária teria sido alertado.

Martin Chaudhuri, porta-voz do Ministério das Finanças alemão, que supervisiona a Alfândega do país, disse que os procuradores públicos de Leipzig devem divulgar um comunicado nesta segunda-feira com mais detalhes sobre o caso, O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, confirmou que a polícia local colaborou com a polícia alemã na tentativa de identificar os traficantes e que continua a investigar o caso. Fonte: Associated Press.

Do Estadão.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.