Saúde: Servidores do Hospital Regional de Joinville paralisam atividades nesta sexta-feira (14/2)

Servidores do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt estão com paralisação marcada para esta sexta-feira (14/02). O motivo é o calor insuportável sentido por funcionários e pacientes. Eles cobram melhorias como instalação de aparelhos de ar condicionado e ventiladores nos setores. A concentração será em frente ao pronto socorro, a partir das 14 horas.

O hospital tem lugares com estrutura para climatização, mas está com os equipamentos desativados por falta de manutenção. A denúncia é do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Saúde (SindSaúde-SC). A entidade destaca haver espaços sem ao menos ventiladores para amenizar a sensação de calor.

Além disso, o sindicato cobra a falta de água para servidores, doentes e acompanhantes. A diretora sindical Enilda Mariano Stolf destaca a escassez de bebedouros e até mesmo de água mineral para os internados. “A situação está insuportável. Não só funcionários, mas também aqueles que precisam do Regional estão indignados com seu abandono”, enfatizou Enilda.

A sindicalista lembra que o problema não é novidade. O tema já foi pautado junto ao governo do estado várias vezes, inclusive com denúncias ao Ministério Público. “Sem resposta até agora, usuários e trabalhadores decidiram marcar uma paralisação”. Pacientes também participarão da mobilização, garante Enilda.

Uma reunião com a direção do Hospital Regional está marcada para quinta-feira. O SindSaúde-SC apresentará três propostas. A primeira e mais fácil, na avaliação da entidade, é a manutenção e ativação dos aparelhos de ar condicionado já instalados. Outra medida, com prazo a ser definido, seria a instalação de novos equipamentos. Como medida imediata, pedirá a disponibilização de ventiladores para os setores sem climatização alguma.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sensaj.

Autor: Salvador Neto

Jornalista e escritor. Criador e Editor do Palavra Livre, co-fundador da Associação das Letras com sede no Brasil na cidade de Joinville (SC). Foi criador e apresentador de programas de TV e Rádio como Xeque Mate, Hora do Trabalhador entre outros trabalhos na área. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde foi diretor de comunicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.