Festa do Colono está na agenda para o final de semana em Joinville (SC)

A celebração pelo sucesso da colheita vai se renovar com a 51a Festa do Colono da Sociedade Rio da Prata, que ocorre neste final de semana, de 19 a 21/7. Com muita música, tradições e gastronomia típica, o evento promete ser diversão garantida para públicos de todos os estilos e idades.

A programação começa na sexta-feira (19), com o Encontro da Mulher Rural, das 8h30 às 16 horas. A partir das 19 horas, jantar com as tradicionais sopas preta (schwarzsauer) e branca, ao preço de R$ 12 por pessoa. Às 20 horas, começa a competição de tiro ao alvo na modalidade seta e, às 21horas, baile show com a dupla Junio e Julio e com a banda Reluz. A entrada é gratuita.

No sábado (20), as atrações estarão concentradas na Fundação 25 de Julho. No local, das 9 às 16 horas, haverá comercialização de produtos coloniais, artesanato e mudas de flores; exposição de equipamentos agrícolas; feira de adoção de animais realizada pela Fundema; e, ainda, parque infantil.

A abertura oficial da Festa do Colono ocorre na Sociedade Rio da Prata, no sábado à noite (21h), com o concurso para eleição da Rainha, Princesas e Miss Simpatia. Para o jantar, bufê com pratos típicos (R$ 25 por pessoa) ou churrasco com acompanhamentos (R$ 20 a porção). Para agitar o público, o grande baile com a banda Os Montanari está marcado para iniciar às 23h. Os ingressos custam R$ 15.

No domingo, a animação começa cedo, às 9 horas, com a feira de mudas, produtos coloniais e artesanato. Às 10 horas, ocorre um dos momentos mais tradicionais da festa: a Maratona da Banana, onde produtores da região correm aproximadamente 500 metros, segurando um cacho de bananas de 20 Kg.

O almoço será servido às 11h30 com bufê de pratos típicos (R$25 por pessoa) ou churrasco (R$20 por pessoa), ao som da banda Naipi Brass.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.