Protestos: Qual o custo dos “cargos de estado” para o país?

plano_de_cargos_e_carreiras_0Esse texto postei no Facebook, em meu perfil, na semana passada. Mas penso ser importante voltar ao tema, fazer todos observarem por outro prisma, tentar olhar outros lugares e paragens neste ermo que é o Brasil, em se tratando de custos elevados de Estado. Confiram e se quiseram, comentem. Ou melhor, vamos descobrir?
Estava aqui pensando com meus botões… nós sabemos quantos deputados e senadores temos, e o custo deles para nós e a democracia… E eles são considerados – senso comum – o mal de todos os males do país, isso e aquilo, certo? E alguém sabe, por acaso, quantos cargos de alto escalão, cargos ditos de Estado, que existem nos três poderes? 

Qual o custo de salários, só de salários, de muitos deles? Tipo, acima de R$ 20 mil? Sabendo quantos cargos, e quantos servidores neste quesito, será que não teríamos surpresas no custo do Brasil? Se vamos cortar, não é melhor verificar tudo, tudo, tudo, no Executivo, Legislativo e Judiciário? 

Qual será a maior conta que pagamos mesmo? Quanto custam esses cargos ao Brasil? E para que servem exatamente em tempos modernos? Como já disse anteriormente, não basta protestar, tem de pensar. Tem de buscar informações e dados sobre tudo, e todos. Eu acredito que teríamos grandes surpresas ao ver o custo que certos cargos de Estado tem para a sociedade.

Eu tenho dúvidas, e você?”

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.