IST/Sociesc promove a II Jornada Jurídica debatendo o mercado e direitos fundamentais

direitoEm sua 2ª edição, a Jornada Jurídica do Instituto Superior Tupy, Sociesc apresenta três dias de palestras e discussões sobre o mercado e direitos fundamentais contando com a presença de acadêmicos da UFSC, UFPR, PUC-PR e USP,representantes do Ministério Público e da Magistratura, entre outros.

O evento será realizado de 24 a 26 de abril, no auditório do campus Marquês de Olinda em Joinville. A programação inclui palestras sobre os mais diversos pontos de contato entre os direitos fundamentais e a econômica de mercado em um Estado de Direito, versando sobre acesso a justiça, direito penal, desenvolvimento, proteção do meio ambiente; globalização, acesso ao trabalho, custo dos direitos.

“Com o objetivo de proporcionar um ambiente de debate acadêmico e pragmático, a jornada contribui com a formação e a integração democrática de estudantes e profissionais do Direito com a comunidade”, comenta a coordenadora do curso de Direito do IST/Sociesc, Professora Mestre Lucia Helena de Souza Martins.

O evento é voltado para alunos, professores, coordenadores de cursos de graduação e pós-graduação em Direito, membros do Ministério Público, defensores públicos, juízes e advogados. As inscrições no valor de R$ 35,00 para alunos da Sociesc e R$ 45,00 para profissionais e alunos de outras instituições de ensino podem ser feitas pelo site www.sociesc.org.br/pt/cursos-graduacaoOs participantes receberão certificado de 25 horas de atividades complementares.

Informações pelo e-mail lucia.helena@sociesc.org.br.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.