Campanha Salarial: Mecânicos querem 100% da inflação mais cinco pontos de ganho real

Os trabalhadores e trabalhadoras, todos guerreiros, que deixaram suas famílias e outros afazeres de lazer no último sábado (2/3) para participar das assembleias gerais da categoria mecânica em Joinville e São Bento do Sul, mostraram que tem grande valor e merecem todo o trabalho forte que o Sindicato vem fazendo ao longo dos anos.

Após debaterem as cláusulas existentes nas Convenções Coletivas, os trabalhadores e trabalhadoras passaram a propor novas cláusulas e ampliação das atuais. Com apoio das manifestações da dirigente da CUT/SC, Liliane Piscki, e do representante do Departamento Estadual da CNM/CUT em SC, Cícero do Nascimento Amancio, e sob o comando do presidente Evangelista dos Santos em Joinville, e do secretário de Finanças João Bruggmann em São Bento do Sul, a assembleia geral deliberou sobre a proposta de pauta das reivindicações a ser protocolada e negociada com o patronal.

Com base em dados sobre a inflação para o período entre abril de 2012 e março de 2013 (número que ainda não temos) oferecidos pelo Dieese/SC, ficou aprovado que o pedido de aumento salarial será de 100% da inflação – que deve ficar entre 6,40 e 6,80% – mais cinco (5) pontos percentuais de ganho real. Ou seja, se a inflação der 6,5%, a categoria quer 11,5% de aumento salarial. É bom lembrar que essa proposta será negociada com o sindicato patronal.

Outro pedido importante é o reajuste do Piso Único da categoria. Com base também em dados estatísticos econômicos do Dieese/SC, a assembleia geral aprovou o pedido de um Piso Único de R$ 1,1 mil para toda a categoria. Hoje é de R$ 800,00 para quem está iniciando. O aumento salarial conquistado na Campanha Salarial do ano passado foi de 7% e 7,5% para os trabalhadores da Metalúrgica Duque que negociaram à parte com apoio do Sindicato.

A partir de agora a Comissão de Negociação formada e aprovada na Assembleia Geral vai iniciar as negociações com o sindicato patronal assim que a pauta for protocolada, o que deve acontecer nesta terça-feira (5/3). Como em todos os anos, a luta por mais e melhores salários é dura, precisa de muitas reuniões e de apoio de todos os trabalhadores nas fábricas, divulgando e agindo conforme o Sindicato orientar, pressionando para que as negociações avancem e bem para todos os trabalhadores.

Para o presidente Evangelista dos Santos, as negociações devem ser difíceis, mas com bons resultados. “Temos um país em crescimento, pleno emprego, faltando mão de obra em vários setores, e as empresas sempre tem grandes lucros. Não é possível que os patrões não queiram pagar bem melhor aos seus trabalhadores, que são os que produzem os lucros que mantém as empresas. Penso que poderemos, com o patronal, construir uma boa negociação que contemple ambas as partes”, declarou o Presidente.

O Sindicato pede para que todos os trabalhadores e trabalhadores participem da Campanha Salarial 2013/2014 dentro de suas fábricas, debatendo e conversando sobre o andamento das negociações, e que fiquem informados comparecendo ao Sindicato, e participando do nosso site e nas redes sociais da entidade, multiplicando nossa força. Vamos que a luta começa prá valer agora!

Do site do Sindicato dos Mecânicos de Joinville e Região

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.