Brasil tem superávit primário recorde de R$ 30,25 bilhões

superávit primário recorde em janeiro e a perspectiva de reação da atividade econômica indicam cenário mais favorável para as contas públicas este ano. A avaliação é do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. O superávit primário, esforço para o pagamento de juros da dívida, do setor público consolidado (governos federal, estaduais e municipais e empresas estatais) chegou a R$ 30,251 bilhões, em janeiro. É o maior resultado mensal da série histórica iniciada em 2001.

Em 12 meses encerrados em janeiro, o resultado ficou em R$ 109,187 bilhões, o que representa 2,46% de tudo o que o país produz  Produto Interno Bruto (PIB). A meta para este ano é R$ 155,9 bilhões.

Maciel lembrou que o resultado de janeiro refletiu o aumento das receitas. O Tesouro Nacional informou que as receitas do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) apresentaram crescimento de R$ 14,9 bilhões (14,5%), ante janeiro de 2012. Segundo Maciel, o aumento das receitas reflete expansão da atividade no final do ano, com arrecadação feita em janeiro. “Mas é preciso aguardar um pouco mais para a gente ter um quadro mais definido do comportamento das receitas”, disse.

Maciel negou que o aumento do esforço fiscal em janeiro tenha ocorrido porque o Orçamento deste ano ainda não foi aprovado, o que cria dificuldades para o governo fazer despesas. Eles destacou que o Executivo editou medida provisória para despesas com investimentos, que ficaram em R$ 9,6 bilhões, em janeiro deste ano, contra R$ 7,7 bilhões, de igual mês 2012.

O esforço fiscal do setor público foi suficiente para cobrir os gastos com os juros que incidem sobre a dívida. Esses juros chegaram a R$ 22,649 bilhões, em janeiro, contra R$ 19,661 bilhões de igual período do ano passado. Com isso, o superávit nominal, formado pelo resultado primário e as despesas com juros, ficou em R$ 7,602 bilhões, no mês passado, contra o déficit nominal de R$ 6,355 bilhões de igual mês de 2012. O superávit nominal é o melhor para meses de janeiro já registrado pelo BC.

Do Correio do Brasil

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.