Base cartográfica de Joinville atualizada e disponível na internet

Desde segunda-feira (22/10), está disponível gratuitamente no site (http://geoprocessamento.joinville.sc.gov.br) a base cartográfica de todo o território de Joinville com dados de 2010. A base anterior era de 2007 e não continha dados da área rural. O usuário pode baixar o conteúdo como arquivos vetoriais e ortofotos em alta resolução, basta preencher um formulário indicando a finalidade do download. Quem tiver acesso ao Prefeitura Digital pode usar o mesmo cadastro.

“A vantagem dessa base cartográfica disponibilizada é que dessa vez temos todo o território do município mapeado (urbano e o rural)”, avalia o coordenador de geoprocessamento, André de Souza de Lima.

O SIMGeo (Sistema Municipal de Informações Georreferenciadas) é um sistema para integrar todas as informações cartográficas (mapas) do município de Joinville.

A ação agiliza o trabalho de estudantes de ensino superior e empresas ligadas a construção civil, ramo imobiliário e de consultoria ambiental, entre outras áreas.

Joinville é o primeiro município no Brasil a ter uma base cartográfica de todo o território, inclusive da área rural. Toda a comunidade tem acesso as informações. Outro caminho para acessar é entrar no site da Prefeitura (www.joinville.sc.gov.br) e entrar no link à esquerda “SIMGeo”.

No SIMGeo, o internauta pode encontrar também, fotos de aerolevantamentos realizados em Joinville em 1937, 1953, 1966, 1972, 1989, 1996, 2007.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.