Joinville terá mais 10,2km de ciclovias e ciclofaixas

Na manhã desta terça-feira (31/7), foi assinado na Prefeitura o contrato para a implantação de mais 10,2 km de ciclovias e ciclofaixas em Joinville com a empresa JMS – Serviços de Trânsito Limitada. As obras serão iniciadas nos próximos dias com a assinatura da ordem de serviço.

Atualmente, o plano cicloviário da cidade soma 101,4 km, sendo 85,8 km de ciclovias e 15,6 km de ciclofaixas. Joinville é o terceiro município do Brasil com maior quilometragem de vias para bicicleta, ficando atrás apenas do Rio Janeiro que tem mais de 200 km e Curitiba que conta com aproximadamente 120 km.

No total, 20 ruas serão contempladas com 10,2 km de ciclovias e ciclofaixas que vão interligar os parques Morro do Finder, Morro da Boa Vista, Porta do Mar, Parque da Cidade, Caieiras, São Francisco, Parque das Águas e Estação Ferroviária.

O projeto também prevê obras de pavimentação e sinalização horizontal e vertical. O investimento é de aproximadamente R$ 989 mil e também faz parte programa Linha Verde, financiado pelo Fonplata (Fundo Financeiro de Desenvolvimento dos Países da Bacia do Prata). O prazo de conclusão dos trabalhos é de quatro meses e, será fiscalizado pelo Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj) e pela Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra).

A meta de Joinville é ampliar o plano cicloviário para 300 km. O Ippuj já realizou um estudo mapeando os principais pontos da cidade onde devem ser implantadas mais ciclovias e ciclofaixas.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.