Violência contra jornalistas – Sindicato faz levantamento em Santa Catarina

Para contribuir na elaboração do Relatório Anual da Violência contra os Jornalistas de 2011, organizado pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), o Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina está fazendo o levantamento dos casos registrados no estado durante do ano passado.

De acordo com o presidente da Fenaj, Celso Schröder, além dos casos de violência explícita e de cerceamento à liberdade de expressão por meio da Justiça ou de ação governamental, é importantíssimo registrar os casos de violência simbólica (ameaças veladas etc.) e também os casos de censura interna dos veículos de comunicação, que vão da orientação editorial ao impedimento de realização do trabalho independente do jornalista.

“Os meios de comunicação tradicionais tentam apropriar-se dos conceitos de liberdade de expressão e de imprensa e colocarem-se como seus guardiães”, observa Schröder. “Nossa tarefa, portanto, mostra-se cada dia mais grandiosa e mais difícil: temos de esclarecer à sociedade que somos os verdadeiros defensores da liberdade de expressão, como direito individual de cada cidadão, e da liberdade de imprensa, como direito coletivo que tem por finalidade garantir o direito dos cidadãos de se expressarem livremente”.

No entendimento da entidade, um dos instrumentos de que os jornalistas dispõem nessa disputa é o Relatório da Violência, elaborado com a colaboração de todos os sindicatos de jornalistas do país. Para tanto, o SJSC solicita aos jornalistas de todo o estado que enviem, até o dia 29 de fevereiro, informações sobre os casos de violência e de desrespeito aos princípios da liberdade de expressão, que tenham ocorrido na jurisdição do sindicato. Os relatos podem ser enviados por email diretoria@sjsc.org.br ou por telefone (48 – 3228-2500).

“Precisamos contar com o empenho de todos para que tenhamos um relatório expressivo e elucidador da situação da liberdade de expressão e de imprensa no Brasil”, conclui a diretora da Fenaj, Sheila Cristina Faro Reis, coordenadora do Relatório.

Do Sindicato dos Jornalistas de SC

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.