Cerest Joinville com obras paradas, porquê? Prefeitura deve respostas

Em Joinville (SC) uma obra fundamental para a saúde dos trabalhadores está parada há pelo menos um ano sem qualquer manifestação da Prefeitura de Joinville. Dizem que depois da conquista da verba federal, descobriram que o terreno na verdade tinha duas matrículas, coisa assim, e aí complicou. A Secretaria de Saúde, Prefeitura, enfim, alguém tem de dar respostas a mais uma obra abandonada, com riscos de perder não só o dinheiro, mas também a obra que fica sob sol e chuva abandonada ali próximo ao Mercado Público Municipal.

Até quando vai continuar esse desperdício de dinheiro público? Quem é o responsável e porque não vem a público explicar isso aos milhares de trabalhadores da cidade? E onde andam os Sindicatos de Trabalhadores que não se manifestam também, e não cobram que as coisas andem de uma vez por todas? Com a palavra o pessoal da Prefeitura de Joinville.

Agora, saiba um pouquinho o que é o Cerest…

O que é o CEREST e para que serve?
Centro de Referência em Saúde do Trabalhador. Os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) promovem ações para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida do trabalhador por meio da prevenção e vigilância. Existem dois tipos de Cerest: os estaduais e os regionais.

Cabe aos Cerest capacitar a rede de serviços de saúde, apoiar as investigações de maior complexidade, assessorar a realização de convênios de cooperação técnica, subsidiar a formulação de políticas públicas, apoiar a estruturação da assistência de média e alta complexidade para atender aos acidentes de trabalho e agravos contidos na Lista de Doenças Relacionadas ao Trabalho e aos agravos de notificação compulsória citados na Portaria GM/MS nº 777 de 28 de abril de 2004 .

De acordo com a Portaria GM/MS nº 2.437 de 7 de dezembro de 2005 , a equipe de profissionais dos Cerest regionais é composta porpelo menos 4 profissionais de nível médio (sendo 2 auxiliares de enfermagem) e 6 profissionais de nível universitário (sendo 2médicos e 1 enfermeiro). No caso dos Cerests estaduais, a equipe é integrada por 5 profissionais de nível médio (sendo 2 auxiliares deenfermagem) e 10 profissionais de nível superior (sendo 2 médicos e 1 enfermeiro).

O CEREST de Joinville é de nível regional e deveria estar localizado na Avenida Doutor Paulo Medeiros 200 (Beira Rio) no Centro. Hoje atende na esquina das ruas Eugênio Moreira e Padre Kolb, no bairro Anita Garibaldi em um prédio alugado. Coordenadora Ana Aparecida Pereira. Fones de contato são (47) 342-3716, 47-34222925, (47) 3423-3716, e e-mail saudetrabalhador@saudejoinville.sc.gov.br

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Um comentário em “Cerest Joinville com obras paradas, porquê? Prefeitura deve respostas”

  1. Grande Salvador….
    Estou te dando um retorno sobre as obras do Cerest. Realmente, as obras ficaram paradas por um ano por causa de problemas que envolveram desde a matrícula do terreno até problemas com a distância entre o prédio e um córrego que passa por perto do terreno. Todas as pendências foram corrigidas e agora a obra está a todo vapor. Previsão de entrega para o próximo semestre.
    Caso precise de mais informações, entre em contato.
    Abraços e ótima semana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.