Sul gerou 27 mil postos de trabalho em agosto

A Região Sul do país gerou 27.457 mil novos postos de trabalho formais no mês de abril, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (14), pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. O resultado representa a terceira melhor colocação nacional, ficando atrás do Sudeste (74 mil) e do Nordeste (59 mil). No acumulado do ano, a Região soma mais de 296 mil vagas com carteira assinada.

O resultado do mês ficou positivo nos três estados: Paraná (14.251 postos), Rio Grande do Sul (5.609) e Santa Catarina (7.597). O setor de Serviços foi o principal responsável pela geração de empregos no Sul do país, com 13.906 novos postos, seguido pelo Comércio, com 6.695 e Construção Civil, com 4.622 vagas.

“Tivemos em agosto uma média maior que a registrada normalmente no mês, que fica em torno de 185 mil empregos gerados. O número já é melhor que o de julho e minha expectativa é que setembro será melhor do que agosto, assim como outubro. Teremos muita contratação na Indústria de Produção de Alimentos e no Comércio por conta do fim do ano. O crescimento do emprego está acima do crescimento do PIB. Vamos ter uma geração menor que três milhões de empregos como eu havia previsto, ficando acima dos 2,7 milhões de novos empregos”, afirmou Lupi.

O Caged é um banco de dados constituído por informações fornecidas pelos empregadores, a partir do número de carteiras de trabalho assinadas e das demissões registradas no documento, portanto os dados são numéricos e não apenas estatísticos. 

MTE

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.