Greve de bancários começa nesta terça em todo o país

Os bancários de todo o país iniciam greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (27). Estão programadas assembleias de sindicatos da categoria de todo o país, nesta segunda (26), para avaliar a nova proposta apresentada pelos bancos. A expectativa é de que se definam detalhes da paralisação, já que os termos oferecidos desagradaram o Comando Nacional dos Bancários, que coordena a campanha salarial.

Após uma série de rodadas de negociação da categoria com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), os trabalhadores mostram-se insatisfeitos com a proposta de 8% de reajuste feita na semana passada. O índice representa 0,56% de aumento real. A proposta também não contempla a valorização do piso da categoria nem da participação nos lucros ou resultados (PLR) da forma desejada pela categoria.

Com data-base em 1º de setembro, os bancários reivindicam reajuste de 12,8% (inflação do período mais aumento real de 5%), maior participação nos lucros, valorização do piso, fim da rotatividade, mais contratações, fim das metas abusivas, combate ao assédio moral, entre outros itens. A pauta foi entregue em 12 de agosto.

A greve irá estender-se tanto a bancos privados como públicos. No caso da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, não foram realizadas mesas de negociação na sexta (23). Enquanto a Caixa cancelou o encontro, o BB não chegou a marcar data para retomar as conversas. Ambos informaram que pretendem seguir os parâmetros definidos com a Fenaban.

As assembleias estão marcadas para as 19h na maior parte das bases do país.

Da Rede Brasil Atual

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.