Projovem Trabalhador vai qualificar 8.850 jovens catarinenses

Parceira entre MTE e 21 prefeituras de SC prevê qualificação para jovens de 18 a 29 anos

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, assina, nesta sexta-feira (8), Termo de Compromisso com 21 municípios catarinenses para a execução do Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã no estado. Ao todo serão oferecidas 8.850 vagas para jovens de 18 a 29 anos. O total de recursos investidos é de R$ 16.457.018,00, sendo 95% de responsabilidade do MTE e 5% dos municípios. As aulas devem iniciar ainda este ano.

 Durante o período que estiverem participando dos cursos profissionalizantes, os estudantes receberão uma bolsa de auxílio financeiro no valor total de R$ 600, divida em seis parcelas de R$ 100. Após o término do curso, a meta é que pelo menos 30% dos formados sejam inseridos no mundo do trabalho.

Municípios que assinam parceira com o MTE: Herval D´oeste, Barra Velha, Jaraguá do Sul, Mafra, Porto União, Fraiburgo, Rio Negrinho, Criciúma, São Francisco, Araranguá, Içara, Joinville, Florianópolis, São Bento do Sul, Guaramirim, Concórdia, Tijucas, Chapecó, Curitibanos, Canoinhas e Capivari.

Projovem Trabalhador – Atende jovens de 18 a 29 anos que estejam em situação de desemprego e sejam membros de famílias com renda mensal de até um salário mínimo que, em virtude de suas condições sócio-econômicas, têm maior dificuldade de inserção em atividades produtivas.

A principal proposta do programa é levar qualificação social e profissional e criar oportunidades em ocupações com vínculo empregatício ou em outras atividades produtivas geradoras de renda.

Depois da assinatura, os municípios devem complementar os projetos e definir as datas para início das aulas.

MTE
 

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.