Governo atrapalhado e azarado: caminhão afunda na Praça Dario Salles em Joinville

Caminhão afundou no rio Mathias, que passa embaixo da Praça Dario Salles, centro da cidade
Caminhão afundou no rio Mathias, que passa embaixo da Praça Dario Salles, centro da cidade
O inferno astral vivido pelo prefeito Carlito Merss em seu governo que chega ao terceiro ano, é digno de nota. Não bastasse ter minoria na Câmara de Vereadores, não acertar a comunicação com a população, se atrapalhar em várias questões de governo como IPTU, deixar o PMDB sair do seu governo, tem também o azar!

Enchentes que deixaram várias regiões da cidade detonadas, e agora até caminhão afundando em pleno centro da cidade, na Praça Dario Salles, pode? Pode sim. E pior, no local serão realizados os eventos do carnaval amanhã e sábado. Quanto azar não é leitores? Reza braba, galhinho de arruda, mães e pais de santo, orações, tudo é indicado ao governo. Leia abaixo a matéria que está no Jornal A Notícia edição on line, texto de Mariana Pereira e foto de Claudia Baartsch:

“Uma cena inusitada chamou a atenção de quem passava pelo Centro de Joinville na manhã desta quinta-feira. Parte da praça Dario Salles cedeu e o caminhão hidrajato da Prefeitura que estava realizando a limpeza da praça acabou caindo dentro do rio Mathias, por volta das 8h45.

Mas a Prefeitura garante que a laje da galeria será refeita a tempo de não vai atrapalhar as comemorações do Carnaval e dos 160 anos da cidade, que tem eventos agendados na praça já a partir desta sexta-feira.

— Até o meio dia, dois caminhões guinchos que já foram acionados vão retirar o caminhão do rio, e em seguida já vamos começar a fazer uma avaliação para dar início às obras —, afirma o gerente executivo da Secretaria de Infraestrutura do município, Valderi Ferreira.

— Uma força tarefa irá montar uma base de concreto no local, e passando o Carnaval, toda a estrutura será refeita —, diz.

— Essa laje havia sido reforçada em 2008, quando a praça foi reformada, e o incidente pode estar relacionado à erosão causada por fortes chuvas —, fala o gerente.

— Mas é precipitado afirmar qual foi a causa, isso ainda será apurado.

O motorista do caminhão e o ajudante, que preferiram não dar entrevista, nada sofreram. Mas o susto foi grande. O caminhão, de 25 toneladas estava carregado com 4 mil litros de água para limpar a praça para os festejos e ficou preso apenas pelo parachoque. Toda a carroceria foi parar dentro do rio.

Como o combustível do caminhão começou a vazar, a Fundação de Meio Ambiente (Fundema) também foi acionada para conter o vazamento dos 100 litros de diesel, e a área foi isolada para que o caminhão pudesse ser retirado com segurança”.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.