Conurbencrenca novamente em ação

Impressionante como os agentes da Conurb gostam de virar notícia! Quando não é uma chepa de cigarro – nada a favor do fumante que jogou lixo na rua, deplorável – é multa indevida, e agora, briga de rua com um servidor público como eles. Que fase hein? Parece que nessa empresa pública falta comando, cada um faz o que bem entende. Leiam abaixo texto da editoria on line do jornal Notícias do Dia:

Uma blitz de rotina da Conurb (Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville) se transformou em caso de Polícia na manhã desta sexta-feira (4), em Joinville. Agentes da companhia estavam na rua Morro do Ouro, próximo a Ponte do Trabalhador no bairro Bucarein, quando pararam uma Kombi da Secretaria Regional do bairro Paranaguamirim. Segundo o supervisor Marcelo Adriano Zgoda, um dos agentes percebeu que os quatro ocupantes do veículo estavam sem cinto de segurança e realizou a abordagem.

“Todas as pessoas estavam sem cinto no carro, foi uma abordagem padrão. O agente pediu os documentos e o motorista nervoso começou o desacato verbal”, afirma Zgoda. O condutor da Kombi, Sérgio Cestrem, 37 anos, teria se afastado dos agentes com o pretexto que precisava tomar água. Foi quando quatro deles o teriam impedido de sair do local. Segundo os funcionários da Conurb, Cestren insinuou estar armado, continuou os desacatos verbais e tentou dar um soco contra um dos agentes.

Já Sérgio Cestren afirma que todos os passageiros estavam com cinto de duas pontas, que fica apenas sobre a cintura. Ele disse que desceu do carro, entregou os documentos e comentou com os colegas em paralelo: “É o comércio da multa”. Neste momento o agente de trânsito escutou a reclamação e teria chamado os companheiros

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.