Cupins no serviço público joinvilense

cupinsEssa interdição do centro cirúrgico do Hospital São José em Joinville (SC) por conta dos cupins é coisa inadmissível. Vejamos: assim como em todos os centros de saúde, certamente existe uma equipe de manutenção, higienização e limpeza de áreas sensíveis como essa, onde pessoas são submetidas a cirurgias, sempre correndo algum risco de morte, ou mesmo de infecção. O famoso São José, o querido Zequinha, não tem essa equipe? E se tem, o que fez até o momento?

Todos já se depararam com o animal raivoso que é o cupim ao encontrar a madeira idela para roer, deixando um rastro de pó que o denuncia, de longe. Será que em um ambiente como o centro cirúrgico, local tão cuidado (ou deveria ser), nenhum dos profissionais que por ali circula enxergou o rastro dos cupins? Será que o tal ataque dos bichinhos foi tão silencioso que não foi notado. Deve ser porque eles assistiram aos filmes de guerra no cinema, onde para fugir os prisioneiros de guerra escavam túneis e retiram a terra cuidadosamente, jogando tudo nos pátios dos campos de concentração? Onde ficará o campo de concentração desses bichinhos contribuinte joinvilense?

É óbvio que se a imprensa investigar mais um pouquinho poderá descobrir que sim, há cupins não só nas portas do centro cirúrgico do Hospital São José, mas na gestão desses espaços públicos de saúde. Um perigo!

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.