Vencer o mal com o bem…

coracao“Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem”. Romanos 12:20,21.

Após Abraham Lincoln ter sido assassinado é que passou a ser considerado um dos maiores Presidentes que a América já teve. Mas nem sempre foi assim, contam que no início sofreu muito desprezo devido ser de origem humilde e ser um tanto alto e desengonçado.
Quem mais o desprezou foi Edwim M. Staton. Ele o chamava de “palhaço astuto e vulgar”, bem como de “o gorila original”. Fazia muitas piadas sobre Lincoln, mas esse nunca respondia a essas farpas.
Em vez disso, escolheu Staton como seu secretário de guerra por ter uma soberba capacidade de organização. Muitos jamais teriam escolhido alguém que os destratava para seu governo, mas Lincoln era sábio e paciente. Ao aplicar o princípio de pagar o mal com o bem, ele obteve o respeito e admiração de seus inimigos.

O poeta americano Edwin Markham escreveu sobre o resultado da atuação deste princípio:

“Ele traçou um círculo que me excluía –
Rebelde, herege, digno de zombaria.
Mas o amor e eu tivemos uma ideia vencedora:
Traçamos um círculo que o incluía”.

Que Deus nos ajude a ter sabedoria e paciência, os que de algum modo querem nos prejudicar.

Informações do blog- Compartilhando

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.