Prá que inimigos com companheiros assim…

carlitoO prefeito de Joinville, Carlito Merss (PT), deve estar se perguntando porque resolveu encarar o desafio de administrar a maior cidade catarinense, deixando para trás um belo currículo como deputado federal atuando em Brasíllia. Além de não conseguir dar ritmo ao seu governo, Carlito conviveu desde o início com problemas políticos, na maioria deles criados exatamente pelo seu partido e assessores mais diretos.

Na eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores, decidiu não intervir e perdeu a maioria, o comando, e agora sente os efeitos diretos de ter projetos engavetados, dormindo nas comissões técnicas, ou mesmo sendo bombardeado pela oposição. Seu Secretário de Finanças, logo em seguida, saiu dando números astronômicos da dívida da Prefeitura com fornecedores – 100 milhões, dizia – e no final até agora não se sabe qual o valor exato. O fato é que há credores em dificuldades, Prefeito dando explicações, e ex-Prefeito passando ao largo.

Seu Secretariado não consegue atender na velocidade exigida, os anseios e reivindicações da comunidade. Sua comunicação com a população falha ao não potencializar ações que, embora pequenas ainda, poderiam deixar uma imagem bem mais positiva. Os regionais também não estão na rua defendendo seu governo. Quer pior que isso?

Sim, pode ser pior. O grupo que faz oposição ao Prefeito Carlito em seu partido conseguiu vencer as eleições para o Sindicato dos Servidores. Novamente o governo não agiu e perdeu, e agora vê seus opositores internos preparar uma greve por aumento salarial, colocando mil servidores nas ruas com palavras de ordem contra seu maior líder. Ou seja, não agrada a quem depositou confiança na mudança da gestão, não agrada seus partidários, um inferno astral.

Dias desses conversamos na mesa da Petisqueira do Evaristo, próximo a sua casa e ele disse que combater os adversários é fácil, já se conhece o estilo. Mas ser acossado por sua gente, de casa, é complicado. Pois é Carlito, com companheiros assim, prá que inimigos?

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

2 comentários em “Prá que inimigos com companheiros assim…”

  1. Nem mesmo um governo ruim, se compara a má administração do Tebaldi. Abandonou a cidade, só ajudou os amigos, e seu governo foi cheio de denúncias de desvios de recursos e até secretário da saúde foi preso. Saudades do Tebaldi? Tebaldi nuncca mais….

  2. Situação difícil para o Prefeito Carlito. Mais difícil ainda para nós munícipes, por causa da apatia política e administrativa a que estamos sujeitos.
    Quem criticava a administração anterior, hoje está com saudades do ex-Prefeito Tebaldi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.