Resultado do PIB é exuberante, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como “exuberante” o crescimento de 9% do Produto Interno Bruto ( PIB) no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2009. Na comparação entre o primeiro trimestre deste ano e o último trimestre de 2009 o crescimento do PIB foi de 2,7%. O PIB é a soma de todos dos bens e serviços produzidos no Brasil.

“Acabo de receber uma informação aqui de que o PIB do primeiro trimestre foi de 2,7%, ou seja, anualizado dá um PIB de 9%, o que é um crescimento exuberante. Acho que o Brasil merecia e precisava disso”, disse Lula, ao discursar na cerimônia de comemoração dos cinco anos do programa de Microcrédito Produtivo Rural (Agroamigo), em Fortaleza (CE). Ao comemorar o crescimento da economia brasileira, Lula lembrou que foi criticado quando disse que o Brasil sentiria menos os efeitos da crise internacional.

“Vocês viram que fui esculhambado quando disse que a crise seria apenas uma marolinha no Brasil e alguns diziam que o Brasil ia afundar. No entanto, o país foi o último a entrar e o primeiro a sair da crise.” Em Fortaleza, Lula participou no início da tarde da cerimônia de comemoração dos cinco anos do programa Agroamigo, criado em 2005 por meio deparceria entre o Banco do Nordeste e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O programa concede financiamento a agricultores familiares que integram o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf B), com renda bruta anual de até R$ 6 mil. De acordo com dados do Banco do Nordeste, hoje o programa atende 1.950 municípios disponibilizando R$ 1,3 bilhão em financiamentos.

Com informações da Ag. Brasil

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.