Univille e Mercado de Comunicação lançam 6o. Prêmio Joinville de Expressão Literária

Do colega Guilherme Diefenthaeler recebo nota para informar sobre a sexta edição do Prêmio Joinville de Expressão Literária, evento consolidado e que merece toda a atenção dos poetas, cronistas, escritores, estudantes e comunidade em geral. É verdadeiramente um promotor de talentos literários. Leia a nota, prepare seu texto e participe!Chegou a hora de tirar os textos das gavetas ou vasculhar ideias para uma narrativa inédita. O 6º Prêmio Joinville de Expressão Literária foi lançado oficialmente na última sexta-feira, 4 de setembro, às 11h, na Sala de Reuniões da Reitoria da Universidade da Região de Joinville (Univille). O prêmio, que nasceu em 2004, já revelou escritores como Clotilde Zingali, que contabiliza três livros publicados.

Neste ano, umas novidades é a participação da Univille como realizadora do evento, por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários. “Resolvemos abraçar o projeto pela disposição de movimentar cada vez mais as atividades literárias e culturais da universidade e de Joinville. Somado ao Departamento de Letras e ao programa de extensão Proler, o prêmio literário contribuirá para divulgar talentos novos e outros conhecidos”, explica a pró-reitora de extensão e assuntos comunitários Berenice Rocha Zabbot Garcia. Em parceria com a Univille, a Mercado de Comunicação, agência de comunicação institucional e editora, também entra nesta edição como realizadora do concurso. A jornalista Ana Ribas Diefenthaeler, uma das sócias da empresa, ressalta: “Depois de cinco edições, queríamos ampliar nosso envolvimento com o tema e contribuir de maneira direta para a afirmação desse projeto cultural que já encontrou seu espaço na cidade, envolvendo cada vez mais escritores”. Outra novidade da sexta edição são os valores dos prêmios, que aumentam 10% em relação ao ano passado. Quem alcançar o primeiro lugar receberá R$ 1.100. O segundo, R$ 550, e o terceiro, R$ 330. O tema é livre e serão aceitos textos nas categorias conto/crônica e poesia, com até três laudas, de 20 linhas, digitadas em espaço duplo. As produções serão avaliadas por júri técnico, composto de cinco pessoas, entre professores, especialistas da área e jornalistas.

Para Taiza Mara Rauen Moraes, coordenadora do Proler Joinville – Programa Institucional de Incentivo à Leitura, o prêmio se configura como um projeto consolidado, pois ao longo das cinco edições tem mantido uma média de 300 inscrições e revelado escritores. “O sucesso de um concurso está em abrir espaços para novos talentos, dando-lhes visibilidade, fazendo-os acreditar no seu potencial de escrita, propósitos que o prêmio tem conseguido atingir”, justifica. A professora ainda complementa: “O prêmio se constitui como uma alavanca desencadeadora de projetos textuais, abrindo espaços para a produção e para a circulação da literatura”.�

O concurso é aberto a autores maiores de 16 anos residentes em Joinville e região. Não podem participar funcionários da Univille nem da Mercado de Comunicação. A região de Joinville inclui os municípios de: Araquari, Barra Velha, Barra do Sul, Campo Alegre, Corupá, Garuva, Guaramirim, Itaiópolis, Itapoá, Jaraguá do Sul, Mafra, Massaranduba, Monte Castelo, Papanduva, Rio Negrinho, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, São João do Itaperiú e Schroeder. 
O material deve ser entregue até 30 de outubro, na Área de Extensão Universitária, no Bloco B, sala 3, da Univille, no Campus Universitário, s/n, no bairro Bom Retiro, ou na sede da Mercado de Comunicação, Rua Uruguai, 253, bairro Itaum. Informações: 3025-5999 (Mercado de Comunicação) ou 3461-9121 (Proex/Univille)”.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.