Rede federal de educação profissional completa 100 anos em expansão

Do informativo Em Questão editado pelo Governo Federal, recebo material sobre a história dos 100 anos do ensino federal profissional, que está em grande expansão por todo o país. Aqui em Joinville acompanhei de perto a conquista do espaço próprio para o então Cefet – Centro Federal de Educação Tecnológica, que agora se chama Ifet – Instituto Federal de Educação Tecnológica, que fica situado na rua Pavão no bairro Costa e Silva.

Esses Institutos são escolas de educação profissional gratuitas financiadas pelo Governo Federal, e tem excelente qualidade pedagógica e de inclusão dos formandos no mercado de trabalho. Que essa expansão continue para que mais e mais brasileiros de baixa renda possam se qualificar, ter profissão digna para garantir renda para o sustento da família.

“A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica completa cem anos em 2009 com a maior expansão de sua história. São 214 novas escolas previstas até 2010, várias delas já entregues. O número é superior ao total dos 93 anos anteriores, entre 1909 e 2002, quando foram construídas 140 escolas. A programação do centenário da rede, comemorado na última quarta-feira (23), inclui eventos como exposições, semanas comemorativas nas instituições de todo o País e o lançamento de um selo comemorativo.

Segundo o Ministério da Educação, todas as escolas em obras serão entregues até o final do próximo ano. Com a expansão, o Brasil terá, em 2010, 500 mil vagas em mais de 354 escolas de educação profissional e tecnológica em todo país. O investimento na expansão é de R$1,1 bilhão.

Histórico – A rede nasceu há cem anos, com a criação, em 1909, das Escolas de Aprendizes e Artífices que, mais tarde, deram origem aos centros federais de educação profissional e tecnológica (Cefets). Em dezembro de 2008, Cefets, e outras instituições de educação profissional se transformaram nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Atualmente, há 38 institutos federais, que oferecem ensino médio integrado, cursos superiores de tecnologia e licenciaturas. Além deles, a rede conta com dois Cefets, 25 escolas técnicas vinculadas a universidades federais e uma Universidade Tecnológica Federal.

Selo – O novo selo dos Correios foi lançado na quarta-feira (23), em sessão solene no Senado Federal e em 19 instituições centenárias do país. A obra, da artista plástica Millie Britto, destaca o mapa do Brasil, com a indicação de todas as instituições existentes e previstas na rede. A roda dentada presente no selo representa o processo inicial de industrialização do País, na época da criação das primeiras escolas. Foram utilizadas as técnicas de fotomontagem, retícula estocástica e computação gráfica.

Além do lançamento do selo, a programação inclui uma mostra fotográfica e um estande itinerantes, que percorrerão, até 2010, as diversas instituições da Rede Federal; um concurso nacional de redação e artigo científico; e o Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, que será realizado em novembro. Também estão previstos a publicação de livros, os Jogos Estudantis da Rede Federal e o Festival de Cultura da Rede Federal. A programação completa está disponível no site www.mec.gov.br.”

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.