Vista essa idéia: camisa feita de PET

camisa-pet.JPGDa competente assessoria de imprensa, jornalista Claudia Mota, recebo nota informando sobre a produção de camisetas com garrafas PET, aquelas que levamos para casa cheias de refrigerantes, água e bebidas em geral, descartáveis. Na Feira Internacional de Artesanato que está acontecendo em Joinville (SC), você pode ver para crer. Além de barato, ajuda a preservação do nosso meio ambiente. Veja detalhes:

Um dos estandes da Mãos da Terra – Feira Internacional de Artesanato, que acontece até domingo, dia 9, no Expocentro Edmundo Doubrawa, apresenta uma camiseta feita de PET. A idéia inédita em Santa Catarina vem do estado de São Paulo. Segundo as expositoras Silvia do Prado e Vanda Ferreira, as camisetas são fabricadas a partir de fibra de garrafa PET. “Cada peça é feita com 50% de algodão e 50% de fibra de PET. O tecido tem a mesma qualidade e resistência do algodão e a malha é super confortável”, garante Silvia. A garrafa que ia para o lixo vira matéria prima para fabricação da malha, diminuindo a utilização de biocombustível. “A reciclagem diminui a poluição, pois cada garrafa PET demora em torno de 450 anos para biodegradar. Além de proporcionar emprego para comunidades carentes”, explica Vanda. Calcula-se que, atualmente, mais de 200 mil famílias vivem da captação de produtos recicláveis. A camiseta PET agrega valores para toda a sociedade pois incentiva o consumo sustentável. 

Entre as vantagens do produto elas citam: roupas super confortáveis; durabilidade; lavagem e secagem extremamente rápida; quantidade de cores sem precedentes; mil e uma utilidades para estamparia, ou tingimento; aumento da auto estima do usuário; garante muitos empregos; conscientização do indivíduo com a reciclagem e o mais importante colabora com o planeta. 

Na feira, as camisetas brancas estão à venda por R$ 20,00 e as coloridas por R$ 25,00. O funcionamento será das 14 às 22 horas. O estacionamento é gratuito. A entrada custa R$5, mas crianças até 12 anos e pessoas com mais de 60 não pagam. A feira é promovida pela M&K Art Promoções e Eventos e tem o apoio da Unimed. 

Responsabilidade Social – No Brasil, a captação de materiais recicláveis é fonte de renda de cerca de milhares de pessoas. O benefício da reciclagem também é a geração de inúmeros empregos indiretos. Esse papel social auxilia a renda de milhares de pessoas ao redor do país, continuando um ciclo que só traz benefícios a todos os envolvidos. Portanto, a linha Stampet, além de deixar as pessoas na moda, contribui com o meio ambiente e a responsabilidade social, fatores que só vem confirmar novamente seu grande sucesso entre as principais empresas do Brasil. 

Mais informações pelo site www.camisetafeitadepet.com.br“.

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.